Sabe porque é bom ter liberdade financeira?

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

finanças pessoaisQuantos meses conseguiria viver sem ter que baixar os seus gastos, caso deixasse hoje mesmo de trabalhar? Para responder a esta pergunta basta fazer alguns cálculos básicos, mas certamente que você já tem um número aproximado em mente. A resposta a esta questão é a medida da sua liberdade financeira, o seu colchão de segurança para enfrentar imprevistos e para tomar decisões importantes na vida, como por exemplo seguir o caminho do empreendedorismo ou um novo rumo profissional.

Quando a liberdade financeira é pequena, de apenas seis meses por exemplo, a sua rede de segurança também será pequena e qualquer imprevisto pode significar a diferença entre ter ou não ter dinheiro, entre poder manter o nível de vida ou ter que mudar drasticamente.

A pressão de não ter liberdade financeira é enorme e limita a nossa capacidade de acção. Se lançar o seu próprio negócio e as coisas não correrem bem, se for despedido da empresa ou acontecer algum imprevisto, as suas finanças não serão capazes de suportar o embate e você irá viver sempre com o medo do “e se…”.

Mas tudo muda quando a sua liberdade financeira for de vários anos. A pressão diminui e você será mais livre. Mas não confunda liberdade financeira com ter muito dinheiro. A liberdade financeira vai para além disso. O dinheiro permite comprar muitas coisas, como por exemplo uma ou várias casas, carros de gama alta e até mesmo iates ou aviões privados. Mas quando compra e tem muitas coisas, também vai ter muitos gastos associados. É por essa razão que há tantos famosos que ganham muito dinheiro, mas que também têm enormes problemas financeiros e muitas dívidas. Pense em Michael Jackson ou nos desportistas de elite que ficaram na bancarrota apesar de terem ganho enormes fortunas durante a sua carreira.

 

As vantagens da liberdade financeira

Ser livre financeiramente é melhor do que ter muito dinheiro porque implica ter liberdade para escolher, para fazer, para decidir, etc. Estas são as grandes vantagens de ter liberdade financeira.

 

Trabalhar naquilo que gosta

Passamos metade do dia a trabalhar. É quase mais tempo do que quando estamos em casa se juntarmos as horas em deslocações e subtrairmos as horas de sono. O impacto do trabalho na nossa vida e percepção de (in)felicidade é enorme. Ainda assim, a maioria continua a trabalhar de forma relutante, obrigados pela necessidade de ter o ordenado no final do mês e com medo de serem despedidos. Quando temos liberdade financeira tudo é bem diferente.

Como sabe que tem um bom colchão financeiro, pode trabalhar apenas naquilo de que gosta e não está obrigado a dizer que sim a todos os projectos ou trabalhos que lhe apareçam.

Por outras palavras, pode ser mais selectivo naquilo que trabalha porque as suas finanças assim o permitem e assim trabalhar apenas naquilo que realmente gosta. O trabalho deixa assim de ser uma obrigação e transforma-se num elemento motivador.

 

Tem sucesso profissional

Quem tem liberdade financeira é mais ele próprio, e menos os seus medos. É mais pró-activo no trabalho porque não está a pensar naquilo que pode acontecer caso se engane ou se tiver que pensar em agradar ao chefe.

Apenas tem de fazer o melhor que sabe e dar o melhor de si. Até mesmo se for o seu próprio chefe verá como as ideias fluem mais e melhor.

 

Pode viver onde quiser

Quando tem liberdade financeira o medo da mudança desaparece. Se surgir uma oportunidade de viajar para outro país pode-o fazer porque tem uma rede de segurança. Tem margem de erro e a liberdade para fazer outras coisas. O seu trabalho actual não determina onde tem de viver.

Para além disso, como vive mais tranquilo, tem uma visão melhor sobre as suas verdadeiras necessidades. Dito de outra forma, é capaz de saber realmente onde lhe agrada viver.

Imagine que morava em Lisboa, por exemplo. Se comprar uma casa fora da capital, numa região mais barata, terá mais dinheiro e poderá aumentar a sua liberdade financeira.

 

Não tem estresse, nem medo de perder o emprego

Se não tiver liberdade financeira vai depender unicamente do seu trabalho e isso é quase um encargo, mais do que um emprego.

Se perder o emprego ou a empresa fechar, irá ter pouca margem de manobra e o futuro vai ficar mais negro.

Mas quando a sua liberdade financeira tem vários anos, sabe que dispõe de tempo para procurar e fazer formação até para mudar de área de trabalho. Por outras palavras, esse medo desaparece.

liberdade financeira

Pode realizar os seus sonhos

Empreender, tirar um ano sabático para se encontrar a si mesmo, mudar de área profissional, etc. A liberdade financeira permite-nos perseguir os nossos sonhos e buscar pelo que realmente importa na vida.

 

Ter garantida uma boa reforma

Ter liberdade financeira implica poder manter o seu nível de vida sem rendimentos e isto também afecta a reforma.

Pode construir a reforma dos seus sonhos porque sabe exactamente o que precisa e porque vai andando parte desse caminho com cada dia de liberdade que vai ganhando.

 

Pode tirar férias quando quiser

A liberdade financeira permite-nos desligar do trabalho em qualquer momento e como quisermos. Se precisar de um ano sabático, poderá tirá-lo.

A confiança dada pela sua rede de segurança passa também para o nível laboral e profissional.

 

Nunca mais terá problemas de falta de dinheiro

Dado que ter liberdade financeira é muito mais do que ter dinheiro, este deixa de ser um problema. Já não tem de saber sempre o saldo da sua conta corrente porque sabe qual é o seu colchão financeiro, mas também o sabe qual é o problema que representa não ter o controlo das suas finanças.

 

Garante o futuro dos seus filhos

Se fizer bem os cálculos, os seus filhos farão parte da sua liberdade financeira e poderão estudar como e onde quiserem. Irá poder dar-lhes uma educação melhor e ter a certeza de que têm todas as alternativas em aberto.

Mas o mais importante é que viverão com um modelo de gestão do dinheiro saudável e sustentável onde o capital não é um fim, mas um meio e onde não há lugar para o sobreendividamento, entre outras coisas.

 

Aproveita mais a vida

No final, a liberdade financeira corta pela raiz os medos relacionados com o dinheiro e sem esta preocupação na mente irá poder concentrar-se naquilo que realmente gosta e que importa.

Terá o efeito de poder aproveitar mais a vida porque não está a pensar em dinheiro, nem no que irá acontecer em termos económicos.

Se a sua mente for livre para sonhar, então também o será para ser feliz.

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...