etfs

Fundos de Investimento ou ETF’s?

etfsO que são ETFs?

Em termos simples, o Exchange Traded Funds (ETFs) são fundos que seguem índices como o Índice NASDAQ, S & P, Dow Jones, etc… Quando você compra acções de uma ETF, está a comprar acções de uma carteira que controla a produção e o retorno do seu índice inicial. A principal diferença entre os ETFs e outros tipos de fundos de investimento é que os ETFs não tentam superar o índice correspondente, mas simplesmente replicar o seu desempenho. Eles não tentam bater o mercado, eles tentam ser o mercado, existindo desde 1970, porém só se globalizaram nos últimos 10 anos.
Benefícios 
Os ETFs servem o alcance de uma carteira diversificada, com a simplicidade do comércio de uma única acção. Os investidores podem comprar acções deste fundo sempre na margem, vender a descoberto ou manter a longo prazo.
Gestão Passiva – Aproveite o Mercado
O propósito de um ETF é combinar um índice de mercado específico, levando a um estilo de gestão de fundos conhecido como gerenciamento de passivos. A gestão passiva é a principal característica distinta dos ETFs, e traz uma série de vantagens para os investidores em fundos de índice. Essencialmente, na gestão passiva, o gerente de fundo faz apenas ajustes diários para manter o fundo de acordo com seu índice. Estas medidas são bem diferentes de um fundo de gestão activa, como a maioria dos fundos mútuos, onde o gerente de negócios tenta continuamente através dos activos, superar o mercado. Por estarem vinculados a um determinado índice, os ETFs tendem a abranger um número discreto de stocks, ao contrário de um fundo mútuo de investimento cujo escopo está sujeito a mudanças contínuas. Por estas razões, os ETFs tentam mitigar o elemento de “risco administrativo”,
Custo-eficiente e eficaz de impostos
Incorrendo em menores custos administrativos de gestão activa de carteiras, as EFTs concorrem com o índice sem tentar superar-lo. No típico ETF, os custos administrativos são menores do que um fundo de gestão activa, chegando a ter menos de 0,20% ao ano, em oposição à mais de 1% do custo anual no que toca a fundos mútuos. Eles incorrem no manejo de baixo custo e em taxas de patrocinador, não transportando, de uma forma geral, cargas altas de vendas, havendo menos custos recorrentes para diminuir o seu retorno.
A gestão passiva é também uma vantagem em termos de eficiência fiscal. Os ETFs têm menor probabilidade em relação ás carteiras administradas activamente, de experimentar a negociação de valores mobiliários, o que pode gerar ganhos de capital e distribuições potencialmente elevadas. Poucos negócios dentro e fora da relação de confiança significam menos distribuições tributáveis, e um retorno mais eficiente do seu investimento.
Eficiência é uma das razões que leva os ETFs a tornaram-se um veículo privilegiado para estratégias de investimento múltiplo – sendo que menores custos administrativos e fiscais sobre os ganhos de capital colocam uma parte maior do seu investimento a trabalhar para si no mercado.
Flexibilidade
Diferentemente dos fundos de índice mútuo, que são pagos após o encerramento do mercado, os ETFs são precificados e negociados ao longo do dia útil. Eles podem ser comprados com margem, vendidos a descoberto, ou detidos para longo prazo, exactamente como acções normais. No entanto, porque o seu valor é baseado num índice subjacente, os ETFs usufruem dos benefícios adicionais de maior diversificação de acções de sociedades simples, assim como o que muitos investidores vêem como a maior flexibilidade que se passa no investimento em mercados inteiros, sectores, regiões ou activos base. Eles representam cestas de acções, os ETFs, ou pelo menos aqueles com base em índices maiores, normalmente o comércio em volume tem lucros maiores do que as acções individuais.
Crescimento de Longo Prazo
Foi no final dos anos 70 que os investidores e analistas de mercado observaram uma tendência que envolve índices de mercado – os maiores índices foram consistentemente apresentando melhor desempenho na carteira dos fundos de gestão activa. Em essência, de acordo com estes números, os índices de mercado representam melhores investimentos comparativamente aos fundos geridos, e uma estratégia de buy-and-hold é a melhor estratégia para aproveitar as vantagens de investir no crescimento do índice.
Como funcionam os índices?
Um índice do mercado de acções é uma lista de acções relacionadas, juntamente com as estatísticas que representam o seu valor agregado. É usado principalmente como referência para indicar o valor dos seus estoques de componentes, bem como os seus veículos de investimento, tais como os fundos mútuos que ocupam cargos nos estoques. Os índices podem basear-se em várias categorias de reservas. Há os índices de mercado amplamente conhecidos, tais como o Dow Jones Industrial Average, o Nasdaq Composite, ou o S & P 500. Existem índices com base em sectores de mercado, tais como tecnologia, saúde, finanças, mercados estrangeiros; capitalização de mercado (micro, pequeno, médio, grande e mega-cap); tipo de activo (crescimento pequeno, grande crescimento, etc…
Conclusão
Depreendendo que possui bons conhecimentos a nível de mercado financeiro, deverá ter sempre em conta que os ETF’s representam uma acção que vale por várias, e apesar de ser quase sempre uma garantia de lucro, esse lucro não será sempre o mesmo que poderá obter com outro tipo de negócio com a banca.
Gostou do nosso artigo? Partilhe sff

LER TAMBÉM  O que fazer com uma nota falsa?
2

Sem comentários

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.