10 Razões para evitar as dívidas

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

como acabar com as dividasJá alguma vez esteve na situação de ter de cortar nas despesas ou mesmo ter de escolher entre pagar a conta da água ou da luz? Quando se está atolado em dívidas, parece que nunca mais se vai conseguir sair dessa situação. Parece haver sempre mais alguma coisa para pagar, mas nunca há dinheiro suficiente para pagar todas as contas que não param de se acumular. No entanto, mesmo nas situações mais difíceis e quando parece não haver mais esperança há sempre uma luz ao fundo do túnel. A sua vida parece estar num beco sem saída, mas irá melhorar bastante assim que conseguir se livrar das dívidas. Irá não só ter controlo sobre as finanças pessoais, como ainda a sua vida irá tornar-se muito menos stressante. Hoje trazemos aqui algumas das razões pelas quais a sua vida vai melhorar assim que se conseguir livrar das dívidas, e porque todo esse trabalho árduo que teve irá valer a pena:

 

Mais liberdade

Um dos melhores sentimentos que se pode ter é aquela sensação de liberdade assim que se deixa de ter as obrigações das dívidas por pagar. Imagine não estar ligado a pagamentos de empréstimos ou a contas de cartões de crédito todos os meses. Você irá ter toda a liberdade para escolher o que quer fazer com o seu dinheiro.

 

Menos Stress

Naturalmente que qualquer pessoa fica menos stressada em relação a questões monetárias assim que não tem grandes dívidas. Mesmo que se tenha de lidar com preocupações sobre as contas do dia-a-dia, isso não será nada em comparação com a situação desastrosa, quando tinha de lutar para não se afogar em dívidas.

LER TAMBÉM  Como fomentar a poupança

 

Maior Flexibilidade

Irá também ter mais flexibilidade quando não tiver mais dívidas. Quando alguém tem muitas dívidas, muitas vezes tem de escolher quais são as tem de pagar primeiro. Assim que não tiver mais dividas, não terá qualquer obrigação em relação a nenhum credor e poderá escolher onde quer aplicar o seu dinheiro.

 

Independência financeira

Ter independência financeira será provavelmente uma das melhores coisas que nos pode acontecer quando já não temos mais dívidas. Quando se é financeiramente independente não só se fica menos stressado, como ainda se abrem novas perspectivas em relação ao futuro. Caso fosse necessário haveria maior facilidade na obtenção de um empréstimo ou maior disponibilidade financeira para comprar a pronto e sem juros quaisquer bens materiais. Tudo isso já para não falar de que ficamos a sentir-nos melhor porque já não estamos acorrentados às dívidas.

 

Controlar o dinheiro

Não ter dívidas significa ainda que temos maior controlo sobre o nosso dinheiro. Por vezes estar em divida dá-nos uma sensação de que não controlamos o nosso dinheiro e que este pertence mais ao banco do que a nós próprios. Não ter dívidas significa que para além das despesas normais do mês, você irá ter as rédeas das suas finanças pessoais. Você pode escolher o que quer comprar, onde quer investir ou quanto quer poupar.

 

Capacidade para poupar

Não ter dívidas também quer dizer que tem mais dinheiro para colocar numa conta de poupança. Muitas pessoas não conseguem poupar dinheiro quando estão em divida porque estão demasiado ocupadas a pensar em como vão pagar o que devem. É uma situação compreensível, no entanto significa também que não irão ter quaisquer poupanças mais tarde. Assim que não tiver dívidas fica-se livre para começar a poupar dinheiro novamente.

LER TAMBÉM  A pressa não é boa conselheira

 

Criar um fundo de emergência

É outra vantagem. Quando não há dividas a preocupar a nossa mente, podemos começar a criar um fundo de emergência. Ter uma conta com poupanças para fazermos umas férias ou comprar um carro é excelente, mas ter um fundo de emergência para situações imprevistas é uma ideia ainda melhor.

 

Sabedoria financeira

Há que ter cuidado quando já não é mais preciso pensar em pagar dívidas, pois pode-se cair na tentação de começar a fazer gastos sem pensar. Não deixe os hábitos de consumo levá-lo novamente a cair nas garras das dívidas. Use todo o conhecimento que ganhou quando teve de arranjar forma de pagar as dívidas para não cair novamente nos mesmos erros. Não gostaria de ter mais dívidas às costas, ou gostaria?

 

Estar um passo à frente

Depois de já não ter dívidas você estará um passo à frente das suas finanças. Pode não parecer a melhor coisa que lhe aconteceu, mas provavelmente será a mais inteligente. Por exemplo, você sabe quando as contas normais do mês vão acontecer, quanto terá normalmente de pagar e quando terá de as pagar. Quando não há preocupações com dívidas está-se um passo à frente das despesas mensais, o que permite programar os gastos e ir deixando algum dinheiro de lado para esses pagamentos no futuro.

 

Mais e melhores opções

Uma das melhores coisas quando não se tem dividas é ter o poder de escolha sobre o que se quer comprar. Quando há falta de dinheiro opta-se por comprar apenas um artigo em vez de dois, mesmo quando é necessário. Por exemplo, imagine que precisava de trocar os pneus do seu carro, no entanto, não se pode dar ao “luxo” de comprar quatro pneus, tendo de optar por comprar apenas dois. Imagine os problemas de circulação em segurança e os eventuais problemas com a polícia que podem acontecer.

LER TAMBÉM  Como cobrar uma divida : Diplomacia e investigação

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...