Primeiro ganhar e poupar e só depois gastar

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

pouparNuma altura em que a economia se encontra particularmente fragilizada, é de extrema importância prestar atenção redobrada à forma como administra o seu dinheiro. Uma vez que uma gestão descuidada dos recursos financeiros representa uma das principais razões pelas quais tanta gente se encontra a passar por uma situação financeira desfavorável, uma reeducação cuidada dos hábitos de poupança e consumo poderá ser a chave para a criação de melhores perspectivas de futuro financeiro.

 

Eis algumas dicas para aprender a poupar dinheiro através de uma boa gestão do mesmo:

 

Faça planeamentos a longo prazo

Faça bem todas as contas para saber quanto dinheiro poderá gastar mensalmente, de forma a conseguir poupar uma quantia que, daqui a uns anos, se venha a revelar significante. Crie um orçamento para as suas despesas mensais, e nunca passe desse valor. Tudo o que sobrar, deverá ser para guardar e juntar. Também é importante referir que o pagamento das suas dívidas deverá sempre vir antes de tudo, por isso não deverá gastar o que quer que seja sem ter a certeza de que tal não comprometerá a sua capacidade de liquidar as dividas assumidas.

 

Reeduque os hábitos de consumo

Através de uma reeducação cuidada dos hábitos de consumo poderá conseguir poupar quantias impressionantes de dinheiro. Faça escolhas sensatas no que toca à escolha dos produtos a comprar para a casa, e evite gastar mais dinheiro do que precisa nas compras mensais. Na compra de comida e produtos de higiene e limpeza, opte sempre por marcas brancas, uma vez que ao fazê-lo estará a pagar perto de metade do preço que pagaria por uma marca mais conhecida, e muitas vezes sem sequer ter de abdicar na qualidade do produto.

 

Prescinda de gastos supérfluos

Em tempos de crise é importante que, antes de pensar em comprar o que quer que seja, se pergunte a si mesmo se a compra que se encontra prestes a fazer é verdadeiramente indispensável para si. Se não for, deverá deixá-la de lado, pois é ao poupar nesses pequenos gastos supérfluos que terá a oportunidade de poupar uma quantia bem satisfatória de dinheiro, que posteriormente poderá ser utilizada para uma compra de maior importância e dimensão, como é o caso de um carro ou de uma casa.

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...