economia de mercado

Economia de mercado

Já deve ter ouvido falar da economia de mercado ou do mercado livre. Embora a maioria das pessoas o associe automaticamente à economia, muito poucos compreendem realmente o seu significado. O que é realmente a economia de mercado? Como funciona? O que este sistema implica?
O objetivo deste artigo é esclarecer estas dúvidas associadas com a economia de mercado. Explicaremos o que é, as suas vantagens, desvantagens e um exemplo para uma melhor compreensão.
economia

O que é a economia de mercado?

Quando falamos de economia de mercado, ou mercado livre, referimo-nos à organização e montagem dos diferentes fatores de produção e consumo pela sociedade. Estas giram em torno das famosas leis da oferta e da procura. É basicamente um modelo liberal defendido por aqueles que acreditam que o Estado não deve intervir, ou que deve apenas fazê-lo na menor medida possível, nos assuntos económicos de qualquer país.
Por outro lado, existe a economia dirigida, em que o Estado condiciona a economia para cumprir certos projetos sociais, políticos e ideológicos. Contudo, não há consenso sobre onde se situam as fronteiras entre uma economia controlada e uma economia de mercado. De facto, o termo “economia mista de mercado” passou a ser utilizado para se referir a um meio-termo.
Há também debates sobre que aspetos da economia devem ser deixados ao livre mercado e quais devem ser geridos. Seja como for, a economia de mercado está presente em todo o mundo que faz parte do capitalismo, embora em alguns lugares em maior e noutros em menor grau.

Concorrência

No sistema de economia de mercado há duas categorias de concorrência a serem destacados:
  1. Concorrência perfeita: este tipo de competição só existe num estado ideal, de momento. Neste caso, seria regulado única e exclusivamente pelas leis da oferta e da procura. Estes tendem a atingir a estabilidade e a equalizar.
  2. Concorrência imperfeita: por outro lado, a concorrência imperfeita ocorre quando há uma intervenção na economia por fatores externos. Estes poderiam ser, por exemplo, subsídios, proteção estatal, monopólios, concorrência desleal entre empresas e regulamentos.
economia de mercado

Vantagens e desvantagens da economia de mercado

Como seria de esperar, o sistema de economia de mercado tem vantagens e desvantagens, como quase tudo o resto. Abaixo listamos os benefícios que esta categoria de economia nos pode trazer:
  • Preços finais mais baixos para os consumidores, devido ao grande número de concorrentes.
  • Mais variedade em termos de oferta. Consequentemente, os consumidores têm mais opções para escolher quando querem comprar algo.
  • Geralmente, os empresários tendem a promover iniciativas e a assumir riscos. Desta forma, a mobilidade económica é mantida.
  • Segundo as teorias de alguns economistas, a sociedade teria mais liberdades políticas e civis se houvesse liberdade económica.
Embora estes pontos soem muito bem, devemos também ter em conta que a economia de mercado pode ter certas desvantagens que devemos ter em conta:
  • Os sectores menos favorecidos poderão tornar-se marginalizados, dado que aqueles que carecem de capital não poderão entrar neste jogo económico.
  • Dado que o capital acabaria por rodar entre os mesmos grupos sociais, não haveria mobilidade de classe. Ou seja: os pobres permaneceriam pobres enquanto os ricos permaneceriam ricos.
  • Existe uma certa tendência para a concorrência desleal e o monopólio. No entanto, estes casos estão normalmente relacionados com a intervenção do Estado.
  • A economia de mercado pode ser prejudicial para o ambiente. Infelizmente, este aspeto não é normalmente considerado como um fator relevante nas teorias económicas liberais.
como economizar

Exemplo de economia de mercado

Para melhor compreender o sistema de economia de mercado, vamos explicar com um exemplo. O funcionamento deste sistema económico pode ser representado pela diferença de preço relacionada com a tecnologia quando esta é desenvolvida recentemente. Quando surge um novo avanço tecnológico, os seus preços são normalmente tão elevados que só as elites têm acesso a ele. Como resultado, a oferta existente é limitada. No entanto, à medida que a procura desta nova tecnologia aumenta, aparecem também novos concorrentes, oferecendo mais opções de compra aos consumidores. Devido a este processo, o preço tende a descer, dando origem à massificação do seu consumo.
Em conclusão, podemos dizer que a economia de mercado, como todos os outros sistemas económicos que existem, tem algumas vantagens e desvantagens importantes a considerar. Embora seja um sistema muito popular entre a maioria dos economistas, ainda está longe do estado de utopia que muitas pessoas desejam com todas as suas forças.
LER TAMBÉM  O que é uma sociedade offshore?
4

Sem comentários

Deixe o seu comentário