gastar menos

Quer gastar menos no Natal e poupar dinheiro?

gastar menosNinguém quer perder o divertimento das celebrações natalícias, mas também ninguém quer ficar falido com as despesas normais desta época do ano. Use a sua perspicácia e atenção para fazer compras sem comprometer as suas finanças pessoais.

 

É possível gastar menos no Natal e poupar dinheiro?

Imagine que vai a conduzir o seu carro até algum lugar familiar, para a sua casa, para o trabalho ou para a casa dos seus pais. Liga o rádio e deixa-se levar… Não está a dar muita atenção ao que está a fazer, nem ao trajecto ou à musica que toca no radio. Quando chega ao destino e tira a chave da ignição do carro para a guardar, dá-se conta de que nem sequer se recorda como chegou… Como é que isso aconteceu?

Embora pareça uma cena de um filme reles de ficção científica de série B, é assim que a maioria das pessoas vive os seus dias. Temos uma vaga memória do que se passou ontem, no dia anterior ou apenas de há algumas horas, porque quando fazemos estas coisas rotineiras a nossa mente “não está lá”. Parece que sim e pensamos que sim, mas na realidade fazemos tudo isto de forma automática e sem pensar.

Se tivéssemos realmente atenção a cada segundo do dia, não sentiríamos nostalgia por tempos já passados, não pensaríamos se o nosso passado correu melhor ou pior, cometeríamos menos erros, haveria menos acidentes, e claro, gastaríamos menos e melhor.

 

Mas como conseguir gastar menos?

Atingir a atenção plena (mindfulness) é uma das grandes metas do budismo, é parte do caminho rumo à iluminação. Não quero transformar o caro leitor num ser iluminado quando terminar de ler este artigo (embora seja muito tentador). O que vou fazer é apenas dar algumas dicas e exercícios, para melhorar a sua atenção quando estiver a fazer as suas compras de Natal.

LER TAMBÉM  Como economizar tempo e dinheiro ao passar a roupa a ferro

 

1. Mexa na carteira

Está no centro comercial e vai tirar a sua carteira para pagar. Antes de ir para a fila ou para o caixa, tire a sua carteira e olhe para ela. Sim, olhe para a carteira que tem na mão. Descreva-a. Toque na sua pele, plástico ou material de que é feita. De que cor é? Tem muitos papéis dentro? Feche os olhos. Sente-se diferente de quando a toca com os olhos abertos?

 

2. Olhe para a multidão

Nos corredores cheios de pessoas do centro comercial ou das lojas, detenha-se um pouco numa esquina ou local mais cómodo e observe as pessoas. Olhe para as suas caras, expressões. Notará que a maioria usa jeans. Conte-as. Quantas têm calças feitas com outro material? Observe as paredes, as lojas. Há decoração de Natal?

A estes dois exercícios, eu chamo de “aterrar”. Quando a sua mente anda nas nuvens, este tipo de actividade faz com que regresse à realidade. Quando a sua mente está realmente aqui e agora, você consegue tomar melhores decisões. Experimente e comprove.

 

3. Questione-se

Antes de comprar um determinado objecto, questione-se como se fosse jornalista de uma revista de mexericos que quer saber o mais íntimo e sujo dos detalhes: porque estou a comprar isto? Preciso mesmo disto ou estou apenas aborrecido? É mesmo necessário? Será que poderia comprar algo melhor ou mais barato em seu lugar? Gosto mesmo do produto ou estou apenas conformado porque não encontrei nada melhor? É algo para oferecer àquele primo de quem nem sequer gosto?

Questione-se a si mesmo e seja honesto. Talvez venha a descobrir que estava a comprar alguma coisa apenas porque estava aborrecido. Se reconhece esta situação antes de chegar à caixa e mesmo assim decide comprar, então pelo menos está ciente da razão pela qual fez essa compra.

LER TAMBÉM  Cinco conselhos para fazer a roupa durar mais tempo

 

4. Respire

Mesmo que esteja em casa em frente à página da amazon ou do ebay, longe do frenesim das lojas, antes de tomar uma decisão de compra, feche os olhos por um momento e conta a sua respiração até chegar ao número dez. Comece de novo (de um a dez) até notar que tem toda a sua atenção concentrada na entrada do ar que entra pelo seu nariz, em como se enchem os seus pulmões e como está sentado. Não importa se respirou durante 60 ou 120 segundos, pois irá sentir-se mais relaxado e “ligado”. Agora sim, volte a sua atenção novamente para o écran do computador e tome uma boa decisão.

 

5. Faça uma lista

Antes de gastar dinheiro em qualquer prenda de Natal, faça uma lista. O objectivo é não só que não se esqueça de nada, como também para evitar gastos desnecessários.

Ao escrever as ideias e objectos no papel, estes transformam-se em “matéria” na sua mente (tornam-se mais tangíveis na nossa percepção). Quando algo é tangível, torna-se mais real para nós e podemos tomar melhores decisões em relação à sua eventual compra.

 

Estes são pequenos exercícios que muitas pessoas até considerarão ser de certa forma “esotéricos”, mas mesmo que seja uma pessoa céptica, sugiro mesmo assim que tente fazê-los para ver como funcionam.

Exercitar a atenção faz com que antes de gastar dinheiro você tenha a sua mente concentrada naquilo que está realmente a fazer. Tente, não custa nada e ainda poderá ajudá-lo a poupar dinheiro.

Sem comentários

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.