ganhar dinheiro

Estas são as armadilhas em que pode cair se é investidor

ganhar dinheiroAprender a controlar as emoções é um factor indispensável para tomar boas decisões enquanto investidor.
Tomar decisões económicas racionais pode ser mais complicado do que se pensa. Significa ter que planear adequadamente as necessidades e priorizar as rotinas diárias.
Investir é um risco para qualquer pessoa, mas é o que pode ajudar a melhorar a estabilidade económica, para podermos continuar a crescer.
Naturalmente que isto pode estar intimamente relacionado com muitas outras variáveis que é preciso ter em conta quando se toma uma decisão como investidor. Os mercados estão em constante mudança e os preços são tão voláteis que chegam a ser muitas vezes imprevisíveis.
A economia mundial está ligada a factores difíceis de prever e que tornam qualquer planeamento complicado. No entanto, é possível fazê-lo e será boa ideia conhecer quais são as principais armadilhas ou erros em que poderá cair na tomada de decisões.
A principal recomendação que deve fazer a si mesmo, antes de pensar qualquer acção que implique uma decisão sobre o seu dinheiro, é seguir todos os passos acompanhado por um especialista na matéria. Desta forma, cometerá a menor quantidade possível de erros e poderá ter mais garantias quanto ao sucesso dos seus investimentos.
De igual modo, deve aprender a controlar os aspectos internos que o levam a escolher as opções menos convenientes num determinado momento.

A irracionalidade faz perder dinheiro

Não é um segredo. A irracionalidade pode jogar contra si e fazer com que perca muito dinheiro. Verifica-se frequentemente que os investidores perdem dinheiro porque costumam tomar decisões baseadas em preconceitos mentais que lhes retira a racionalidade e impede de ver os benefícios para além do curto ou médio prazo.
Há ramos da economia a estudar este tipo de comportamento, o que tem vindo a permitir construir estratégias para o evitar.
As armadilhas em que os investidores mais costumam cair são:

O efeito rebanho

É mais ou menos o princípio da ovelha que segue as outras, e que por sua vez seguem um pastor. Ou seja, parte da ideia de seguir as acções do resto dos investidores por pressão social.
É assim que somos influenciados pela família, amigos, conhecidos e colegas de trabalho, que assim nos conduzem à tomada de más decisões.
Lá porque há algo que funciona com eles, não significa necessariamente que vai funcionar consigo.

Ilusão de controlo

Neste caso, é uma questão de narcisismo natural do ser humano a jogar contra si.
Parte do conceito que você acha que a sua empresa é a ideal para investir, porque trabalha ali e conhece o seu trabalho. No entanto, há muitas outras variáveis envolvidas.

Erros de previsão

É um erro clássico no planeamento quando se costuma pensar no presente mais do que no futuro ou em antecedentes das decisões que está a tomar. Desta forma, poderá estar a tomar acções que prejudicam a sua vida pois acredita que algo de errado vai acontecer.
Deve-se ter em conta que a economia é dos conceitos sociais mais imprevisíveis e para tentar estimar o que sucederá deve-se estudar muito, e mesmo assim há sempre o risco de nos enganarmos.

Ancoragem

Sucede no momento em que nos agarramos fortemente a uma decisão, uma acção, ou um objectivo onde pensa que o seu investimento vai ter sucesso.
No entanto, deve entender que a informação nesta área costuma estar em constante actualização e que tem de estudar diariamente para se manter a par do que pode ser melhor para si.

Contabilidade mental

Baseia-se no facto de muitas vezes costumar investir o dinheiro qualificando (inconscientemente) segundo a forma como este chegou até si.
Se o dinheiro foi fruto do trabalho e obtido com muito esforço, então é uma pessoa mais cuidadosa. Por outro lado, se o dinheiro lhe foi dado, então é perfeito para investir.
Esta é uma ideia errada porque o melhor e mais recomendável é cuidar e planear o capital na totalidade, não por parcelas.

Excesso de confiança

Tal como acontece na ilusão do controlo, aqui costuma-se pensar que as atitudes são exageradamente melhores do que na realidade são.
Por essa razão, costuma assumir riscos que podem correr mal já que confia que a economia vai sair-se melhor do que a média.

Conservadorismo

Basicamente é a forma como costuma ficar quieto baseado em crenças desactualizadas e que não estão de acordo com o movimento do mundo actual. Desta forma, acaba por prejudicar os seus investimentos porque se nega a mudar e evoluir.
A boa notícia é que todos estes erros pode ser evitados através de uma boa organização e o aconselhamento adequados. Estude, prepare-se e investigue qual será o mercado onde vai investir e quais serão os seus objectivos. Desta forma, poderá começar a ter mais cuidado com as suas decisões e a melhorar a sua estabilidade económica.
LER TAMBÉM  Como poupar dinheiro em roupa e vestir com estilo
1

Sem comentários

Deixe o seu comentário