dívidas

Dívidas? A escolha é sua…

dívidasAo contrário do que muita gente pensa, ter ou não ter dívidas não é uma questão de necessidade, mas sim um estilo de vida, um hábito. Se endividar nada mais é do que comprar antes da hora.
A chave desse dilema é avaliar a real necessidade de satisfazer uma vontade naquele momento. E é exatamente aí que as pessoas se perdem.
Quanto tempo leva para se juntar o dinheiro necessário para a compra de um imóvel? Normalmente, muitos anos. Assim, antecipar a compra desse bem faz sentido para não pagar aluguel, um dinheiro perdido. As parcelas da sua casa própria, pelo menos, não são jogadas fora: tornam o bem cada dia mais perto de ser seu. São um investimento.
Por outro lado, quanto tempo leva para juntar o dinheiro necessário para a compra de um sapato novo? Será que nesse caso vale a pena comprar esse produto antes de ter o dinheiro para pagá-lo, comprometendo seu orçamento futuro? Outra pergunta pertinente é: será mesmo que você precisa de mais um sapato?
É claro que não existe uma regra definida; cada caso é um caso e cada pessoa tem suas prioridades. Mas a verdade é que muitas vezes, por conta da comodidade de possuir um crédito fácil, acabamos cedendo ao consumo por impulso.
O problema é quando o hábito de gastar antes de ganhar sai do controle: é muito fácil usar o cartão de crédito como se ele fosse uma extensão do salário. Uma falsa ilusão que acaba nos mergulhando na bola de neve das dívidas.
A boa notícia é que nunca é tarde para mudar. Confira algumas dicas simples que podem ajudar a criar hábitos financeiros mais saudáveis:
  • Assim que receber seu salário, antes de começar a gastar, guarde pelo menos 10% na poupança;
  • Nunca deixe as dívidas ultrapassarem 30% de sua renda mensal. E se chegar a esse limite, acenda a luz amarela e feche a carteira;
  • Assim como você tem objetivos profissionais e pessoais, crie também metas financeiras, como comprar um carro novo ou fazer aquela viagem que você sempre sonhou. Quando você tem um objetivo, guardar dinheiro fica muito mais fácil;
  • Controle financeiro de seus gastos: no começo do mês, faça uma relação de todas as suas despesas e estipule um teto para elas, fazendo com que seus gastos caibam no seu orçamento;
  • Coloque lazer e compras dentro do seu orçamento, ou seja, tenha uma quantia reservada para eles. Não adianta nada passar a vida guardando dinheiro e deixar passar todas as oportunidades que você tem hoje;
  • Prefira pagar à vista e em dinheiro. A chance de ganhar desconto é maior e nós sempre pensamos duas vezes antes de gastar quando olhamos para o quanto temos na carteira;
  • Se você ficou com dúvida se deve ou não comprar alguma coisa, espere. Quando realmente precisamos de algo, não pensamos duas vezes;
  • Compre uma bicicleta. Além de ser uma prática saudável e divertida, é um meio de transporte bem mais econômico que o carro;
  • Pelo menos uma vez por semana, em vez de sair, convide os amigos para um programa caseiro. Além de cozinhar ser uma delícia, comer e beber em casa é um programa bem mais barato. E, especialmente nos dias de frio, um filminho com pipoca faz muito bem a vez do cinema, não é mesmo?

Foto de Gabby K no Pexels

LER TAMBÉM  O que é o limite de endividamento?
4

Sem comentários

Deixe o seu comentário