investimento de ações

Dicas para se iniciar no investimento de ações

investimento de açõesAs ações representam as diversas parcelas que compõem o capital social de uma empresa. Muito basicamente, constituem o resultado da divisão do capital social de uma empresa em partes exatamente iguais; capital esse que representa todo o investimento dos donos da empresa, e é utilizado para o pagamento de todas as despesas inerentes à mesma, como é o caso de equipamento e mão de obra.
Ao tomar a decisão de começar a investir em ações, tornar-se-á, de certa forma, sócio da empresa à qual essas ações pertencem, sendo que os poderes que poderão ser usufruídos com esse estatuto poderão variar consideravelmente, não só consoante o tipo de ação comprada, como também consoante o número de ações que tiver adquirido.
Comprar e vender ações é um negócio que, quando corretamente levado a cabo, poderá oferecer a oportunidade de vir a lucrar quantias surpreendentes de dinheiro. No entanto, apesar das impressionantes possibilidades de lucro, este não deixa de ser um negócio relativamente complexo, do qual só conseguirá ter a oportunidade de retirar os resultados pretendidos caso se dedique ao estudo cuidado de todos os componentes associados à compra e venda de ações.

Comprar

Uma vez que não poderá negociar diretamente na bolsa, para comprar e vender ações será necessário contratar um intermediário financeiro, que terá como objeto responsabilizar-se por todas essas tarefas. O preço de contratação poderá variar imenso, pelo que, é importante conhecer diversas opções e ficar-se por aquela que lhe ofereça os preços mais adequados às suas possibilidades financeiras. Sendo que os bancos já oferecem bons serviços de corretagem, uma boa forma de se iniciar poderá ser consultando todas as opções disponíveis no seu banco.

Negociar

Negociar ações é relativamente simples, e representa uma tarefa que poderá ser feita por telefone, telemóvel, balcão e até Internet. O telefone foi, durante muitos anos, o meio mais utilizado, mas de momento cada vez maior é o número de pessoas a recorrer à Internet para efetuar todas as suas transações.

Conhecer bem o mercado

Depois de abrir a sua conta e definir todos os limites e objetivos que pretende adotar, é importante iniciar um processo de estudo de mercado que lhe permita conhecer o melhor possível todos os fatores e componentes associados a este universo. Analise os gráficos de evolução de ações, assim como os rácios contabilísticos, de modo a determinar o que deverá ou não comprar. Para o processo de aprendizagem, aconselha-se que compre uns quantos livros dedicados ao tema. Da mesma forma, procure comunidades online, e esclareça as suas dúvidas junto de investidores mais experientes, que se disponibilizem para partilhar algum do seu conhecimento consigo.

Aprender a reduzir riscos

As manobras de redução de riscos representam algo ao qual deverá dedicar-se ao máximo a dominar, de modo a evitar vir a perder demasiado por culpa de irresponsabilidade no momento de efetuar as suas transações. A melhor forma de fazê-lo é possuindo uma carteira verdadeiramente diversificada, o que é algo que poderá ser obtido ao apostar nos mais diversos sectores e mercados possíveis. Dessa forma, o risco de perder tudo será muito menor. No entanto, é preciso ter bastante cuidado, pois uma carteira excessivamente diversificada poderá comportar consigo custos elevados de gestão, assim como um nível superior de complexidade durante todo o processo.
LER TAMBÉM  As informações mais importantes sobre o mercado Forex
2

Sem comentários

Deixe o seu comentário