Dicas para organizar as suas finanças pessoais

finanças pessoaisOrganizar as finanças pessoais é, quase sempre, o segredo para a preservação da integridade das suas finanças pessoais e evitar desenvolver problemas de dinheiro. Ainda que tudo isto possa parecer muito simples, a verdade é que esta organização tão importante implica a adopção de um elevado nível de disciplina, que favoreça o seguimento de todas as regras necessárias à obtenção dos resultados pretendidos. Como estamos em tempos de crise, estas medidas são agora mais importantes do que nunca, e é por isso que deverá começar por fazer os possíveis para segui-las à risca.

Eis algumas dicas para que se possa organizar da melhor forma possível.

 

Comece por definir objectivos

Antes de começar a gastar o seu dinheiro, determine o que pretende alcançar com ele e no que gostaria de investir. Isto dar-lhe-á o incentivo necessário para fazer todos os sacrifícios necessários ao alcance das suas metas e objectivos financeiros.

 

Crie um plano de gestão financeira

Quer seja através de um programa como o Excel, ou simplesmente com um papel e uma caneta, é preciso começar a fazer contas e determinar, não só quanto deverá gastar mensalmente, como também quanto deverá colocar de parte, para que ao fim de um determinado período de tempo consiga poupar as quantias necessárias à realização dos seus projectos. Determine onde anda a gastar desnecessariamente o seu o seu dinheiro e comprometa-se a cessar todos os gastos supérfluos.

 

Adopte um plano de poupança

Se ainda não tem um plano de poupança, não está a gerir sensatamente o seu dinheiro. Alternativas existem muitas, e por isso só terá de informar-se muito cuidadosamente e escolher aquela que melhor se adequa à sua situação. Um plano de poupança contribuirá para garantir que, caso algo de inesperado aconteça, você ou a sua família não ficarão numa situação demasiado complicada. Enquanto investimento para o futuro, os planos de poupança são essenciais, uma vez que poderão ser eles a vir a suportá-lo financeiramente caso as suas fontes de rendimento habituais desapareçam ou diminuam drasticamente. No entanto, é importante certificar-se de que, o dinheiro que colocará de parte para cobrir o plano, não afectará negativamente o seu estilo de vida, e deixar-lhe-á disponível todo o dinheiro de que precisar para cobrir todas as despesas que se possam revelar verdadeiramente importantes.

LER TAMBÉM  O que é o efeito Diderot

 

Se continua com dúvidas sobre a forma de organizar as suas finanças pessoais, porque não experimenta o Boonzi? Já leu o nosso artigo sobre o Boonzi?

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close