crédito para construção de casa

Crédito Para Construção De Casa

Neste artigo iremos mostrar-lhe os principais pontos que deve ter em mente para conseguir um crédito para construção de casa e ainda ter as melhores condições de mercado.
O sonho de ter uma moradia própria é cada vez mais difícil de atingir. Mas muitos anseiam deixar os apartamentos e deixar para trás conflitos com vizinhos barulhentos. O problema é ter o dinheiro necessário para a compra do terreno e para a construção da casa.
crédito para construção de casa

A obtenção do crédito para construção de casa

A dificuldade ou facilidade da obtenção de qualquer crédito depende muito da sua situação financeira, mas o crédito para construção de casa depende também de outros factores. Por exemplo, ter já um terreno próprio dá mais garantias ao banco que irá financiar a construção.
Outro dos pontos críticos é ter já licença de construção e um projecto de arquitectura aprovado. Essa pode até ser uma exigência do banco. Tem duas opções: ou compra um terreno já com projecto ou paga-o com fundos próprios. Caso não tenha possibilidades para o fazer terá que optar pela primeira opção, sendo que a desvantagem é essa casa não ter sido idealizada por si.
Depois é preciso pensar nas garantias. Muitas vezes o próprio terreno e aquilo que nele será construído servirá de garantia mas, dependendo da sua taxa de esforço, ou seja, a percentagem dos seus rendimentos usada para o pagamento das prestações, poderá ser ainda necessário ter fiadores.
A nível de documentos, precisará dos habituais documentos identificativos (e dos fiadores se caso disso), a última declaração de IRS, recibos de ordenado, a licença de construção e as plantas do projecto. Poderá, claro, ser diferente de banco para banco, mas esta é a base.

As taxas e como conseguir melhores condições de créditos

Este tipo de empréstimo é muito semelhante ao crédito habitação. É importante que consiga uma boa TAEG (Taxa Anual Efectiva Global), pois essa reúne todos os encargos e dá uma visão geral dos custos do empréstimo. Para isso, deverá analisar atentamente as propostas dos diversos bancos. Não tenha receio de fazer empréstimo noutro banco que não o seu se lhe oferecerem condições melhores – analise todas as propostas. Poderá até experimentar mais do que um balcão do mesmo banco, pois poderão fazer sugestões diferentes.
Depois de descobrir o banco com melhores condições, analise o spread. Apesar de esse ser o banco com melhores condições poderá não ser aquele com o spread mais baixo. Por isso, compare com outros e tente negociar junto do banco. Seguir estas etapas pode fazê-lo poupar umas boas dezenas de euros por mês.

Desenvolvimento da construção e prazos

A entrega do dinheiro para a obra não é feita toda de uma só vez, mas por fases. O primeiro montante (aquele que é usado no arranque das obras) normalmente não ultrapassa o valor do terreno, uma vez que esse funciona como garantia. Mas há também bancos que só libertam essa primeira parte do empréstimo após as obras terem começando, pelo que terá que começar com fundos próprios.
Depois serão necessárias vistorias feitas por técnicos do banco a fim de libertar dinheiro para as seguintes fases da construção. Como é o cliente que pede as vistorias, será também ele a pagá-las. Por isso, é bom fazer um plano das diversas etapas da construção. Quanto menos etapas, menos vistorias e, consequentemente, mais dinheiro conseguirá poupar.
Por último, deverá ter em consideração que existe um prazo para terminar a construção do imóvel. Esse é normalmente dois anos, mas de banco para banco, poderá variar. Caso veja que poderá haver algum atraso na construção deverá de imediato contactar o banco e pedir um alargamento do prazo.
Gostou do nosso artigo? Ajude a partilhar sff

LER TAMBÉM  Cinco ideias económicas para ter um lar mais amigo do ambiente
3

Sem comentários

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.