crise

Conselhos para sobreviver à crise

criseDesde que me lembro que sempre ouvi falar que estamos em crise. A crise domina e oprime todos nós, obrigando-nos a tomar medidas para conseguir sobreviver e fazer face às nossas obrigações. Actualmente estamos realmente a enfrentar um dos períodos mais difíceis, pelo que vou partilhar alguns conselhos para saber como actuar perante esta situação. Não é o “segredo” do êxito, nem nada parecido, sendo mais algumas dicas saídas do senso comum do que outra coisa, mas penso que poderão ajudar. Aqui ficam:

  •  Não entre em pânico. Embora seja mais fácil dizer do que fazer, é um conselho simples mas efectivo.
  • Despeje a sua mente, para evitar que os maus pensamentos o influenciem quando tem de tomar decisões.
  • Peça conselhos e não tenha vergonha do que possam pensar de si as pessoas de quem gosta, a sua esposa, filhos, avós, pais, etc.
  • Não avance até ter todas as cartas sobre a mesa. Mantenha-se tranquilo, seguro, auto-suficiente, etc.
  • Mantenha os bons hábitos, e tente-os melhorar se possível. Por outro lado, tente perder os maus hábitos pois esta é a melhor altura para isso.
  • Nunca deixe de poupar porque este hábito é o pilar fundamental das suas finanças pessoais.
  • Não se preocupe nem pense no futuro. Enfrente o presente, defina as suas metas e o resto virá por acréscimo.
  • O importante não é o dinheiro. O dinheiro não tem qualquer valor, é apenas uma ferramenta de troca unicamente… Preocupe-se antes pelos momentos que está a perder e não descure a sua família nestas alturas.
  • Frugalidade. Se não sabe o que é, aprenda e pratique.
  • Tranquilo ou stressado? Se seguir estes conselhos irá dar percorrer sempre o mesmo caminho, por isso você decide: quer andar com calma ou com stress?
  • Leia sobre o tema e sobre pessoas que estiveram em situações semelhantes.
LER TAMBÉM  5 dicas para quem tem entre 20 e 35 anos

Estes são apenas conselhos muito simples para enfrentar melhor uma crise, mas querem realmente saber como enfrentar sem problemas períodos de crise? Manter os mesmos bons hábitos em relação a finanças pessoais. Embora pareça um conselho sem sentido, posso garantir que é essencial para conseguir sobreviver à crise.

Sem comentários

Deixe o seu comentário