7 conselhos básicos sobre finanças pessoais

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

7 conselhos básicos sobre finanças pessoais

Ter o nosso dinheiro em ordem ajuda a diminuir o estresse diário e é a base para lidar com o capital da sua empresa, se você é empresário.

Se é como a maioria dos empreendedores, então é provável que tenha de dividir o seu tempo entre lidar com a sua equipa, conseguir vendas, melhorar o serviço ao cliente, promover o negócio e criar novos produtos ou serviços. A última coisa que irá querer juntar a este mix é cuidar das suas finanças pessoais (que horror!).

Se não tem as finanças da sua casa em ordem, então apenas está a trazer mais caos e estresse à sua vida… quer se esteja a dar conta disso ou não.

Estes são 7 conselhos que lhe permitirão garantir que as suas finanças pessoais estão em ordem antes de continuar a expandir o seu negócio. Coloque-as em prática e garanta a sua estabilidade económica (e também emocional).

 

Aprenda

Tire algum tempo para ler sobre finanças pessoais. Marque todas as semanas na sua agenda algum tempo para administrar a suas finanças pessoais e ler livros, revistas, sites ou blogs sobre finanças. Quanto mais souber acerca das suas próprias finanças, mais confiança terá a administrar o seu dinheiro a longo prazo.

Se precisar de mais ajuda, considere contratar os serviços de um coach financeiro que o ajude a criar um plano financeiro para alcançar as suas metas.

 

Verifique o seu mapa de responsabilidades com regularidade

O mapa de responsabilidades é como um arquivo de si e do seu historial de crédito. Basicamente diz às instituições financeiras se você cumpre com as suas obrigações e se lhe podem emprestar dinheiro. Quando se trata de comprar um carro ou uma casa, será desejável que as suas responsabilidades estejam em dia para poder obter o empréstimo sem problemas.

LER TAMBÉM  14 Ideias de negócios lucrativos para começar a empreender sem dinheiro

Tente verificar as suas responsabilidades pelo menos uma vez por ano para confirmar que está tudo em ordem. Faça-o, por exemplo, numa data especial (como o seu aniversário) para ser mais fácil recordar. Pode saber tudo sobre o mapa de responsabilidades e onde o pedir neste artigo.

 

Tenha um orçamento

Embora isto pareça muito básico, a verdade é que muitos empreendedores não têm um orçamento para controlar os seus rendimentos e gastos mensais. Pode usar ferramentas digitais como apps para controlar as suas finanças pessoais ou simplesmente um documento em Excel. Não importa o que escolher, mas tenha a certeza  que se adapta ao seu estilo de vida.

Se quer realmente controlar as suas finanças tem de gastar algum tempo e energia para actualizar o seu orçamento todas as semanas. Isto vai ajudar a garantir que não gasta mais do que ganha e que é capaz de poupar para atingir as suas metas financeiras.

como economizar

Automatize as suas finanças

A tecnologia facilita enormemente a administração das nossas finanças pessoais. Tente fazer com que a maior parte do processo seja automático. Pode fazer transferências online automáticas ou pagar as contas pela Internet todos os meses. Isto vai ajudá-lo a não entrar em estresse para conseguir pagar as suas contas a tempo e horas, evitando ainda ter que pagar juros ou encargos extraordinários devido a atrasos de pagamento.

Se o preocupa automatizar o pagamento da suas contas, então pode fixar alarmes no seu calendário (no computador ou smartphone) que o lembrem de fazer os pagamentos. Quanto mais puder automatizar as suas finanças, menos preocupações terá mais tarde.

 

Pague as dívidas

Faça um plano para pagar todas as suas dívidas o mais rápido possível. Comece por fazer uma lista de todas as suas dívidas (cartões de crédito, crédito do automóvel, etc.). Inclua o valor actual, o pagamento mínimo mensal e a taxa de juro. Depois reveja o seu orçamento para determinar quanto dinheiro pode destinar para o pagamento dessas dívidas.

LER TAMBÉM  Tem dívidas? Então faça “debt snowball”

A partir daí pode pensar sobre estratégias para reduzir as dívidas, para que possa confirmar que está a pagá-las da forma mais eficiente possível.

Quando estiver a trabalhar na redução do valor de uma dívida é importante que tenha uma “almofada” para pagar qualquer emergência que possa surgir pelo caminho.

 

Construa a sua própria almofada

Ter uma “almofada financeira” é uma parte essencial das finanças pessoais. Permite-nos usar o dinheiro para pagar gastos não planeados ou emergências que possam surgir inesperadamente, em vez de aumentar as dívidas ou investir a longo prazo.

Como empreendedor, é conveniente ter uma reserva que permita enfrentar seis a 12 meses de gastos fixos. Isto vai permitir pagar contas pessoais e não ter que se preocupar com eventuais reduções de rendimentos ou com uma baixa do volume de negócios.

 

Invista fora do seu negócio

Apesar de ser sempre muito importante investir em si e no seu negócio, não deve colocar “todos os ovos no mesmo saco”. A diversificação é muito importante pois irá ajudar a diminuir os riscos de investimento a longo prazo. Trabalhe com alguém que o ajude a criar um portefólio de investimentos a longo prazo que inclua acções, obrigações e outros produtos financeiros que estejam alinhados com as suas próprias metas financeiras e a sua tolerância ao risco.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.