LinkedIn

Como melhorar o seu perfil no LinkedIn

linkedinNo LinkedIn não basta estar presente, é necessário destacar-se da concorrência. O motivo? Porque esta rede social é a chave para potenciar a sua marca pessoal.

Nesta rede social não basta referir apenas a formação académica e experiência profissional. É necessário ir mais além. Porquê? Porque se você for uma pessoa talentosa mas não se conseguir destacar, também não irá conseguir ganhar reputação e mostrar-se. Você quer fazer sobressair o seu talento?

 

10 Passos para ter um perfil excelente no LinkedIn:

 

Personalize o URL

É importante ter uma URL personalizada onde sobressaia o nome e apelido, e não apenas o link usado por defeito pelo LinkedIn. À primeira vista isto diz muito do grau de conhecimento que um utilizador tem desta rede social. É o primeiro factor de diferenciação entre quem domina ou não o LinkedIn. Quer saber como ter um link personalizado? Clique aqui.

 

Defina-se como um bom profissional na sua área

É professor e define-se, por exemplo, como licenciado em Gestão de Empresas? No campo do histórico profissional deve ir mais além, e usar as palavras-chave que melhor o definem, utilizando técnicas de optimização para os motores de busca (SEO). Seguindo o exemplo atrás referido, algumas opções podiam ser: docente, professor, formador, coach…

 

Escolha uma boa foto de perfil

Está consciente da importância de uma boa foto de perfil nas redes sociais? Dado o carácter profissional do LinkedIn, é necessário dar uma atenção especial à imagem escolhida. Tem de ser uma foto nítida, bem iluminada, com o rosto centrado e sorridente.

LER TAMBÉM  Optimize o seu perfil no LinkedIn

 

Redija um resumo que capte a atenção

O resumo é um dos pontos mais importantes do LinkedIn, e que muitos não completam, curiosamente. Alguém que não o conheça, não irá perder mais do que 5 a 10 segundos (em média) a olhar para o seu perfil. Porque não torná-lo mais fácil de ler (especialmente para os recrutadores)? Não podemos esperar que os outros adivinhem ou façam uma ideia sobre como é o nosso perfil profissional. É você quem deve destacar onde é expert, quais são os seus pontos fortes e quais são as áreas que domina. Utilize os termos “perito” ou “especialista” e palavras-chave da sua área de actividade, e verá como o seu perfil do LinkedIn se irá destacar dos restantes! Se conseguir que o seu resumo desperte o interesse a quem o visualizar, terá mais possibilidades de o perfil ser lido mais cuidadosamente pelos recrutadores. Evite também referir-se a si próprio na terceira pessoa. Revela distanciamento e torna-se confuso falar sobre si mesmo como se fosse outro individuo.

 

Crie um currículo virtual completo

Exponha a sua experiência profissional de forma clara e concisa. Sintetize as funções desempenhadas e lembre-se de colocar o nome da empresa para que o seu ícone fique ao lado (sempre e quando esta tenha presença no LinkedIn). Se puder juntar documentos, apresentações ou links do seu trabalho, ainda melhor! O mesmo se aplica para a sua formação académica e cursos.

 

Especifique aptidões concretas

É desenhador e destaca o facto de ser pontual, responsável ou que sabe trabalhar em equipa? Qualquer recrutador assumirá isso por defeito. Neste campo é preciso ressalvar competências específicas. Assim, se for desenhador (por exemplo), seria mais acertado que destacasse o domínio de programas como Adobe Photoshop, Corel Draw, FireWorks ou Adobe Illustrator, por exemplo.

LER TAMBÉM  Como actuar em caso de mobbing no trabalho

 

Aproveite os campos específicos

Projectos, publicações, organizações, resultados de testes, patentes, voluntariado e causas humanitárias… Aproveite os campos específicos oferecidos pelo LinkedIn para potenciar o seu currículo. Para além disso e graças a múltiplas aplicações, pode criar eventos, apresentações, fazer inquéritos, incluir o currículo noutro idioma…

 

Peça recomendações

As recomendações têm um grande valor no LinkedIn porque tornam o perfil mais credível e profissional. O aconselhável seria ter um mínimo de três recomendações. As mais valorizadas são as de chefes e clientes (perfil profissional), e professores (perfil académico).

 

Partilhe conteúdos e participe em grupos

Se tiver um blogue, publique o seu conteúdo para dar a conhecer a sua visão como especialista na matéria. Também é conveniente publicar referências de conteúdos relevantes de terceiros. Isto demonstra interesse por se manter a par das matérias da sua área profissional. Não se esqueça de interagir nos grupos de forma a aumentar a sua visibilidade e assim poder ligar-se directamente com os outros profissionais da mesma área. Para além disso, os grupos oferecem informação específica da sua área, assim como conselhos, noticias, eventos, empregos…

 

Aumente o seu número de contactos

Ter um número de contactos sólido irá permitir-lhe ganhar visibilidade e poder estar ligado a mais pessoas. Não tem o mesmo impacto ver alguém com 37 contactos e outro com 248, por exemplo. Numa primeira fase, pode enviar convites a pessoas que conhece ou a outras da sua área profissional e que sejam do seu interesse. Da mesma forma, é aconselhável aceitar os convites que lhe façam, sobretudo se forem da mesma área profissional.

Sem comentários

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.