como investir

Como investir o meu dinheiro?

como investir
Quando pensa em “como investir o meu dinheiro”, deve informar-se para conhecer todas as opções que existem para si e tomar a melhor decisão de acordo com as suas preferências.
A palavra “investimento” pode ter significados diferentes na mente das pessoas. Para alguns, representa desafios, riscos, retornos, paciência ou saúde financeira. Para outros, representa medo, ignorância ou falta de segurança. No entanto, há investimentos para todos os tipos de pessoas, basta perguntar a si próprio “como investir o meu dinheiro”.
A dica mais importante para saber a resposta a “como investir o meu dinheiro” é poupar e investir.
como investir o meu dinheiro

As melhores dicas para saber “como investir o meu dinheiro”.

A primeira coisa que deve fazer é identificar o seu perfil como investidor. Trata-se de saber quão confortável e disposto está a assumir os riscos envolvidos no investimento, quanto tempo está disposto a investir, quais são os seus objetivos de investimento, quanto sabe sobre investir em geral, e em que instrumento ou instrumentos pretende investir.
Defina o seu perfil em qualquer uma destas três opções:
  • Conservador: Investe a curto prazo, assume o menor risco possível com investimentos estáveis com elevada disponibilidade do seu dinheiro, mas com um rendimento mais baixo.
  • Moderado: Investe a médio prazo, sem correr muitos riscos, mas pronto para melhores retornos.
  • Agressivo: Investe a longo prazo, e está disposto a assumir os riscos necessários para obter os retornos que procura.
Depois define quanto vai investir, quanto tempo, em que vai investir e quais são os seus objetivos de investimento. Só é preciso aprender um dos aspectos mais importantes: diversificar.
Diversificar significa dividir o dinheiro total destinado aos seus investimentos em diferentes instrumentos com diferentes retornos e riscos, tudo de acordo com o seu perfil ou objetivos de investimento.
dicas de investimento

Ferramentas para saber ao certo “como investir o meu dinheiro”.

A primeira coisa que deve decidir é se quer fazer investimentos de rendimento fixo ou de rendimento variável. Os investimentos de rendimento fixo são aqueles em que se conhece desde o início os retornos que serão obtidos. Os investimentos de rendimento variável são aqueles em que não se conhecem os juros que serão pagos.
Uma vez decidido se pretende investir em rendimentos variáveis ou fixos, tem várias opções à sua escolha:

Depósitos a Prazo

Os depósitos a prazo são produtos financeiros de baixo risco que permitem obter alguma rendibilidade, mas não muita.

Certificados de Aforro

São títulos de dívida pública emitidos pelo Estado Português, exclusivos para pessoas singulares. Uma das suas principais características é o valor reduzido da sua subscrição, tendo isto como objetivo a compra a retalho, ou seja, em grandes quantidades.

Certificados do Tesouro

Tal como os Certificados de Aforro, os Certificados do Tesouro são produtos da dívida pública.

PPR

É um investimento a longo prazo que pode representar um complemento às pensões de reforma.

Seguros de Capitalização

Este tipo de seguro é também uma solução para quem quer poupar a longo prazo. O que distingue este tipo de investimento de outros é, na grande maioria dos casos, a garantia de capital e uma taxa de retorno anual.

Fundos de Tesouraria

Entre os instrumentos mais associados aos fundos de tesouraria estão o Papel Comercial e as Obrigações com prazo de vencimento inferior a um ano. De notar que este tipo de fundos não investe em produtos como ações, títulos de participação ou outros ativos similares.

Imobiliário

O investimento nesta área reúne várias alternativas e interesse de muitas pessoas, pois permite obter rendimentos sem (muito) trabalho, pelo menos em termos teóricos.

Acções

As ações representam uma pequena parte do capital social de uma empresa. Ao investir em ações é automaticamente detentor de uma parcela de ativos e de ganhos de uma determinada empresa.

Fundos de Acções, Obrigações e Mistos

Os fundos de ações são os que apresentam um risco de investimento mais elevado. Mas tal como em outros produtos financeiros, quanto maior o risco, maior é a probabilidade de um retorno mais expressivo. Estão sujeitos a várias alterações no seu preço num curto espaço de tempo. Os fundos de obrigações variam bastante em termos de risco e rendimento, acima de tudo devido aos vários tipos de obrigações que existem. A alternativa pode ser optar pelos fundos mistos que permitem combinar diferentes características dos fundos de ações e os de obrigações, podendo assim variar o risco (e o respetivo rendimento) associado a este tipo de investimento.

ETF’s

Um ETF ou Exchange Traded Fund é um fundo de investimento onde pode investir dinheiro, sendo que se distingue dos restantes por ser negociado em bolsa. Pode comprar partes de um ETF tal como investe em ações de uma empresa, detendo assim uma percentagem dos ativos que pertencem a esse ETF.

Startups

As startups estão na moda. O crowdfunding também. O que não faltam são plataformas online de investimento em startups, nas mais variadas áreas.

Opções de Risco Elevado

Para além das soluções apontadas para investir dinheiro com um risco baixo a moderado, existem ainda opções que requerem uma maior predisposição para correr riscos, como por exemplo em CFD (contract for diference), futuros, criptomoedas, hedge funds, ou forex.
Um último conselho, nunca invista dinheiro que não tem, não peça dinheiro emprestado para investir, nem invista dinheiro que lhe possa fazer falta. Todos os investimentos têm algum nível de risco, pelo que tem de ter sempre em conta a possibilidade de poder perder o seu dinheiro.
Não sou consultor financeiro. O conteúdo deste artigo e de outros neste blog é meramente educativo, baseado em experiências e opiniões pessoais. As decisões tomadas em consequência deste artigo são da inteira responsabilidade do leitor. O conteúdo deste blog não é uma recomendação de produto.
LER TAMBÉM  Como ganhar dinheiro na internet com plataformas de conferencia online
3

Sem comentários

Deixe o seu comentário