erasmus

Como Funcionam as Bolsas Erasmus+?

erasmusA educação é um dos elementos chave para o desenvolvimento de um país. É por isso que todos os cidadãos devem promovê-la. Em função disto, existe o programa Erasmus+ para ajudar os estudantes e promover o intercâmbio. Esta experiência é excelente para o futuro de qualquer estudante e trás consigo vários benefícios.
As bolsas Erasmus+ são atribuídas para cobrir “despesas de mobilidade”, nomeadamente as despesas das viagens e as resultantes da diferença do custo de vida do país de acolhimento.
Estas bolsas são equiparadas a um subsídio de apoio, não tendo como objectivo a cobertura das despesas na íntegra.
Se está interessado em fazer parte deste programa e participar no Erasmus+, então convidamo-lo a ler este artigo para identificar quais são os elementos que deve ter em conta antes de ir para um país estrangeiro com a ajuda deste programa.

Recomendações para fazer Erasmus+

O Erasmus surgiu graças à união de diversas entidades públicas que queriam impulsionar a mobilidade académica de estudantes e professores. O objectivo era conseguir um intercâmbio de conhecimentos entre as diversas culturas envolvidas no projecto. Estão disponíveis actualmente viagens para três zonas específicas: Suiça, Turquia e Europa.
No entanto, é necessário destacar que estes apoios sem sempre cobrem todos os gastos da viagem. É por isso que hoje trazemos algumas recomendações antes de ir fazer Erasmus.

A cidade ou país escolhido será decisivo

É importante que o estudante tenha em conta que dependendo do lugar, cidade ou país escolhido, o estilo de vida poderá ser mais ou menos caro.
Desta forma, deve fazer a sua escolha de acordo com o dinheiro disponível e em função do tempo que está a planear ficar no país de acolhimento.
Se tem um orçamento limitado, então deve evitar os países nórdicos, uma vez que o custo de vida nesta região é mais caro.

Outros apoios além do Erasmus

Apesar de ter a opção de solicitar os apoios referentes ao programa Erasmus+, não se limite apenas a isso. Alguns países oferecem a oportunidade de viajar com a ajuda de várias instituições autónomas.

Modo de intercâmbio

Tenha em conta que o modelo do subsídio e o valor varia em função do sujeito que a solicita, quer seja um professor ou um estudante, entre outros.
LER TAMBÉM  Vale a pena contratar um seguro contra todos os riscos?
3

Sem comentários

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.