5 dicas para manter a disciplina na organização financeira

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

dicas para manter a disciplina na organização financeiraDepois de organizar as finanças o difícil é manter este hábito, certo? Pois esta tarefa pode ser menos complicada com pequenas mudanças no dia a dia. Confira as dicas que temos preparadas e veja como manter a disciplina pode ser mais fácil do que parece.

Indice

1- Novos hábitos

A organização, tanto pessoal quanto financeira, é um hábito. Por isso quem é desorganizado deve procurar criar e, mais que isso, cultivar hábitos que levem a uma vida mais regrada e organizada. Um exemplo disso é tomar nota de todos os gastos, inclusive dos mais pequenos, seja por escrito ou com auxílio da tecnologia;

2- Sem radicalismos

Dar uma “relaxada” de vez em quando é inevitável, mas é possível minimizar os efeitos desses períodos de menor vigilância na organização. O que se deve evitar é perder completamente o controle da vida, pois aí pode ser mais difícil colocá-la em ordem novamente.

3- Imprevistos

Quando acontecem imprevistos como gastos com remédios, por exemplo, é aceitável e compreensível que a pessoa tome medidas de emergência. O que se deve evitar é uma vida economicamente insustentável, na qual a pessoa gasta mais do que ganha sistematicamente.

4- Agrados

É importante se organizar para dar espaço aos pequenos prazeres no orçamento. Podemos reduzir ou optimizar o consumo de alguns itens de forma a sobrar mais dinheiro para aquilo que gostamos, sem alterar o equilíbrio financeiro. E nunca é demais lembrar que também podemos pensar em formas criativas de aumentar nossos ganhos, dando ainda mais margem financeira para uma vida mais agradável.

5- Aumento de renda

É preciso ter atenção com aquilo que chamamos de “inflação do estilo de vida”. Ter um aumento de salário não significa que temos liberdade para gastar mais. Muitas pessoas acabam se sentindo “confortáveis” com o aumento de renda e também aumentam os gastos numa proporção maior do que os ganhos. É importante e interessante que a pessoa procure não fazer grandes alterações no estilo de vida, especialmente se for com coisas que, na verdade, ela nem se importa, mas acha importante adquirir para “comunicar” ao mundo seu sucesso.
LER TAMBÉM  24 regras financeiras que valem ouro para as suas finanças pessoais

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.