Poupança e ecologia

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

poupança

Ser um consumidor verde não implica necessariamente a compra de produtos orgânicos. Nisto da ecologia há vários graus, e não se pode negar que um comportamento moderadamente verde também seja um contributo valioso para com o meio ambiente. Nesse sentido, hoje vamos conhecer alguns conselhos fáceis de seguir para ganhar pontos ecológicos no supermercado.

Ter uma atitude em prol do respeito ambiental quando se vai às compras pode marcar a diferença sem haver necessidade de mudar radicalmente os hábitos ou preferências, para além do que se está disposto a modificar. Pequenos gestos como a escolha de embalagens reutilizáveis ou produtos concentrados e a granel, livres de embalagens, acabam por ter resultados interessantes a nível estatístico.

Com efeito, a compra que procura evitar o desperdício, que foge do consumismo gratuito é um grão de areia no deserto mas, como diz a famosa frase, grão a grão enche a galinha o papo. Entre todos, ou seja, socialmente, será possível conseguir atingir benefícios ambientais ao marcar uma tendência no mercado.

 

Poupança e ecologia

Comprar melhor a nível ambiental também implica um menor gasto económico. Precisamente, este tipo de comportamento é o que devemos procurar quando vamos ao supermercado e escolhemos apenas o que é mais necessário, deixando de lado caprichos e gastos supérfluos.

Também nos deixamos enganar quando compramos olhando mais para a embalagem do que propriamente para o conteúdo. Muitas vezes, o acondicionamento do produto é pago a preço de ouro e implica uma contaminação extra e que não traz qualquer benefício para a nossa saúde. Por tudo isso, tentemos encontrar alternativas às embalagens de plástico, que tanto mal fazem ao meio ambiente, e a todos os produtos que necessitem de um processo de fabrico mais intenso ou que tenham de ser importados do estrangeiro e transportados de avião ou navio.

Dê sempre preferência aos produtos locais, pois para além do mais, são normalmente mais frescos. Em relação às embalagens, prefira o vidro às latas, ao plástico e ao tetrabrick. Por último, deve ainda escolher as embalagens maiores e as reutilizáveis, se bem que seja necessário ter em consideração o uso que se vai fazer delas. De nada vale comprar maiores quantidades quando se deixa estragar a maior parte do produto.

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.