Pagar um crédito com um novo crédito

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

créditosA crise e o desemprego têm impedido muitas famílias de fazer face aos seus compromissos. A descida dos rendimentos leva a fazer malabarismos com os números. No entanto, por muitos cortes nas despesas que se façam, não é possível pagar todas as contas, especialmente aquelas correspondentes aos valores do empréstimo da casa e dos créditos pessoais contratados antes da crise.

Se não consegue ter mais rendimentos e a família ou os amigos não podem ajudar, não resta outra solução a muitas pessoas do que pedir um crédito para pagar os demais. Esta estratégia, embora ajude momentaneamente a sair de apertos, também aumenta mais o endividamento, pelo que, se porventura seguir este caminho, deve ter em conta vários aspectos importantes.

 

Prever o futuro

A primeira coisa a ter em conta é que, seguindo esta estratégia, o alívio será somente temporário, já que, embora inicialmente permita fazer face aos encargos, a médio e a longo prazo irá ter que pagar mais outro crédito, aumentando assim (ainda mais) o problema e criando uma bola de neve que não será possível controlar. Por isso é aconselhável que, se pedir o crédito, procure encontrar uma forma que permita pagar o menos possível por mês e, se possível, conseguir uma fonte de rendimentos adicional que cubra a nova prestação que irá ter de pagar.

 

Comparar

Uma solução tentadora é pedir um crédito rápido, até porque existem muitas empresas a oferecer este tipo de serviço. No entanto, estes créditos costumam ter associados juros acima de 20%, o que faz aumentar rapidamente e de forma exponencial o valor em divida, e que ainda será pior se porventura se falhar alguma prestação. Por isso, deve estudar muito bem os juros e prestações associados antes de assinar qualquer contrato.

 

Cartões

Existem cartões que têm um plafond de crédito associado, pelo que usá-los ajudará a obter temporariamente uma liquidez adicional. Por outro lado, se não pagar o valor em dívida no final do mês irá pagar também juros elevados.

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.