Não ter carro é poupar

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

pouparMuitas famílias têm uma necessidade real de ter carro porque precisam de um meio de transporte habitual para percorrer distâncias mais longas. Apesar disso, muitas pessoas podem prescindir sem problemas de um veículo na sua vida quotidiana. E assumir esta decisão tem um importante benefício para podermos poupar muito dinheiro.

Em primeiro lugar, a compra de um carro implica (normalmente) um grande investimento que muitas vezes é desnecessário. Por outro lado, os gastos com o combustível e com a manutenção são também bastante elevados.

Não ter carro representa menos preocupações com as avarias do veículo e com a sua posterior reparação porque os custos são normalmente elevados.

poupar no carro

Viver sem carro

Ao não ter carro irá também adoptar um estilo de vida mais activo porque tem de caminhar, andar de bicicleta ou utilizar os transportes públicos. Este exercício físico é vital para prevenir o sedentarismo e reduzir o stress. Em resumo, prescindir do carro vai obrigá-lo a fazer exercício de um modo natural.

Não ter carro não quer dizer que não pode alugar um carro quando for necessário. Alugar um carro por alguns dias é mais económico do que ter carro próprio a médio e longo prazo.

engarrafamento

Filosofia de vida

Em muitos casos, viver sem carro é uma filosofia de vida que nos liga directamente a um consumo mais responsável, obrigando-nos a tomar consciência de que podemos prescindir deste serviço sem grandes problemas.

Hoje em dia, existe uma ampla rede de transportes públicos com grande oferta de horários. Desta forma, os viajantes podem escolher as suas viagens em função da sua disponibilidade.

E uma das vantagens de viajar nestes meios de transporte é que nos permite aproveitar o tempo a ler um livro, a reflectir, a responder a mensagens no whatsapp, a consultar a agenda ou simplesmente a ouvir música.

Não se trata simplesmente de não ter carro, mas de ter consciência se é realmente uma prioridade ou se existe a necessidade de dispor de um veículo.

Deixe o seu comentário