Liquidez em casa ou no banco? Onde guardar o dinheiro para as emergências?

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

guardar dinheiroTudo o que tenha a ver com o lugar onde podemos guardar o nosso dinheiro irá sempre ter opiniões contraditórias de acordo com a experiência pessoal de cada um de nós. Há pessoas que apesar da desconfiança em relação aos bancos não renunciam nunca à utilização dos seus serviços, enquanto outras há que pensam precisamente o contrário. Algo semelhante acontece quando falamos sobre a necessidade de manter uma reserva de dinheiro para as emergências, onde deveríamos guardar esta reserva e qual o valor que deveríamos guardar, mas isso é assunto suficiente para outro artigo.

A grande maioria das pessoas hoje-em-dia não guarda grandes valores em dinheiro em sua casa, preferindo guardar o dinheiro nos “cofres” dos bancos. Será suposto que a liquidez e comodidade que os cartões de débito (e de crédito) nos proporcionam seria mais do que suficiente, no entanto, nem todos vêm assim esta situação.

Se existe muitas vezes a sensação que há outros caminhos para guardar ou investir o nosso dinheiro para além das entidades bancárias, quando falamos em valores menores como por exemplo um valor destinado para eventuais emergências, as opiniões já divergem muito.

Manter algum dinheiro vivo por perto (guardado em casa, por exemplo) logicamente que nos proporciona uma liquidez imediata, longe da proporcionada pelo banco, e ainda sem os problemas técnicos que o uso dos cartões pode acarretar.

No entanto e por outro lado, devemos ter em conta que guardar o dinheiro debaixo do colchão não nos dá nenhum juro/lucro, bem como também não está isento de riscos como por exemplo o risco de sermos assaltados. Não nos esqueçamos também que o facto de termos dinheiro à mão torna-se numa tentação para fazer compras ou gastos desnecessários.

Em relação às vantagens de guardar o dinheiro de emergência no banco, encontramos por um lado o facto de podermos obter alguma rentabilidade, por mais pequena que seja, situação que nunca pode acontecer quando guardamos o dinheiro em casa. Mas para além disso podemos ter a certeza que o dinheiro está mais seguro no banco, uma vez que a maioria dos produtos bancários está protegido pelo Fundo de Garantia de Depósitos.

Esta decisão acaba por ser muito pessoal e tem muito a ver com as relações e a confiança que cada um tenha para com os bancos.

E você? Como prefere guardar o dinheiro para as emergências?

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.