É a mesma coisa investir ou jogar no casino? Seis diferenças que nos fazem pensar que não!

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

investirPode-se considerar que jogar num casino é a mesmo coisa que investir na bolsa? Muita gente acredita que esta forma de lazer é também uma forma de investimento, porque no final trata-se de meter uma quantidade de dinheiro num jogo e obter ganhos ou perdas com isso. No entanto, não devemos confundir o que é um suposto jogo de azar com o investimento profissional em mercados financeiros.

Evidentemente que as duas práticas têm aspectos em comum, como por exemplo a componente psicológica (gera adrenalina, excitação e pode criar adição) ou a possibilidade de ganhar dinheiro, mas na realidade são bastante distintas. Se queremos ganhar dinheiro de verdade, o melhor é optar por investir de forma profissional. Isso sim, com uma visão a longo prazo, porque não se trata de enriquecer de um dia para o outro, mas sim rentabilizar as poupanças e investir para aumentar o nosso património de forma consciente.

Embora muitos acreditem que as duas opções são apenas uma questão sorte ou azar, a verdade é que isso está muito longe da realidade. Investir é quase uma ciência, enquanto jogar no casino é algo que quase todos podem fazer e aqui sim, é apenas uma questão de sorte/azar. Pode haver uma série de conselhos e estratégias para ganhar no casino, mas não são sólidas nem baseadas em dados fiáveis.

Vamos ver as principais diferenças entre investir em bolsa ou jogar no casino.

 

Informação vs. probabilidade

O investimento em bolsa faz-se de forma profissional, apoiada em informação económica real e verificada. Ou seja, por trás de uma decisão de um determinado investimento há um trabalho de investigação prévio de recolha de informação e documentação acerca do sector onde se quer investir. Por exemplo, se vamos investir em acções de empresas, primeiro é preciso estudá-las em profundidade (o seu negócio, o estado das contas, o historial em bolsa, etc.).

Em contrapartida, no caso de um casino, não existe este trabalho prévio. Podem existir tendências, probabilidades ou estatísticas sobre determinados momentos do jogo, mas nada real ou comprovado de forma exequível.

ganhar dinheiro

O valor dos dividendos

Nos investimentos em empresas há uma garantia básica de retorno para o investidor: os dividendos. Este é o valor fruto dos ganhos de uma companhia que são repartidos pelos respectivos accionistas, como prova de agradecimento, confiança e valor para a empresa. Nem todas as empresas distribuem dividendos, quer seja porque não é obrigatório ou porque não existiram lucros para distribuir, pelo que é preciso ter em conta esta questão.

Porém, no caso dos casinos não existe nenhum mecanismo parecido. Quando alguém decide jogar, ninguém lhe pode garantir que vai ganhar alguma coisa.

 

A autoconfiança (enganadora) do casino

Uma das peculiaridades do casino é que sempre que se ganha de forma repetida, cria-se na mente do jogador uma autoconfiança que o leva a apostar cada vez mais. Mas, tal como existem marés de sorte, também existem marés de azar, o que dá lugar a uma diminuição da auto-estima e que provoca uma montanha russa emocional no jogador.

Obviamente que isto também pode acontecer na bolsa, mas apenas ocorre em casos excepcionais, porque como referimos anteriormente, os investidores têm uma informação real verificada por trás dos seus investimentos.

 

Especular não é investir

Quando se vai ao casino, quer-se ganhar dinheiro de forma rápida e com pouco investimento. No caso do investidor profissional, este não olha para a bolsa com o mesmo propósito. Evidentemente, que quer ganhar dinheiro com os seus investimentos, mas sabe que a curto prazo é muito difícil.

O investidor profissional, de uma forma geral, olha para a bolsa como uma oportunidade de obter rentabilidade a longo prazo, tem um conhecimento prévio por trás e não procura enriquecer em dois minutos. É a especulação que leva a comparar os dois universos, mas isso está muito longe do que podemos considerar ser investimento.

bolsa de valores

No casino não há cobertura das perdas

Outra diferença importante é o facto de a bolsa permitir aos investidores cobrir possíveis perdas através de opções sobre outro tipo de activos chamados de cobertura (os considerados valores refugio ou seguros) ou da diversificação da carteira de títulos. Com efeito, quase todos os investidores o fazem.

No casino isso é impossível. É você sozinho perante a máquina. E como sabemos, a máquina vai ganhar sempre.

 

Transparência vs. opacidade

Por último, é importante ressalvar que a bolsa é um mercado regulado, com leis e normas rigorosas que todas as empresas cotadas em bolsa são obrigadas a cumprir, como a apresentação de contas auditadas, comunicar ao mercado todos os seus movimentos, informar sobre alterações na administração, etc.

Uma transparência que o casino não tem, onde não se pode pedir contas a ninguém quer se ganhe ou se perca. É só aceitar a sorte que calha a cada um e receber ou pagar.

Deixe o seu comentário