Estratégias de investimento a longo prazo

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

investimentoQuando nos começamos a interessar pela área dos investimentos em produtos financeiros, apercebemo-nos que existem diferentes estratégias de investimento. E, conforme a pessoa com quem falarmos, vão dizer-nos que umas estratégias são melhores do que outras.

Desde que comecei a interessar-me por finanças pessoais e por investimentos financeiros, que me apercebi que não existe uma estratégia ideal para todos. Uma estratégia boa para uma pessoa, pode não o ser para outra, pois as necessidades, conhecimentos e experiência de cada investidor são diferentes.

Mas independentemente da forma de investir de cada um, existem algumas estratégias de investimento que são básicas e que podem ajudar qualquer pessoa que pretenda começar nesta área. Vamos conhecer algumas.

 

Comece a investir o mais cedo possível

Quanto mais cedo começar a investir, mais cedo irá ficar familiarizado com esta área e deixará para trás o medo e as incertezas.

Sempre olhei para os investimentos financeiros como sendo algo muito arriscado e que não era para mim. Achava que era apenas um jogo de sorte ou azar porque nunca me havia interessado em aprender como funcionava.

Mas agora sei que para além de trabalhar para ganhar dinheiro, também posso pôr o meu dinheiro a trabalhar para mim e que posso ganhar dinheiro assim. É outra forma de criar riqueza.

 

Invista naquilo que percebe e compreende

Se não conhece, nem entende o tipo de investimento onde pretende pôr o seu dinheiro, não vai poder analisar a informação, e consequentemente o resultado não será muito diferente de um jogo de casino, onde é a sorte que desempenha o papel principal.

Naturalmente que todos os investimentos têm os seus riscos, mas os riscos aumentam demasiado quando não conhecemos, nem entendemos como tudo funciona.

Logicamente que é tudo novo para quem começa a investir e, de início as decisões também podem não ser as melhores. Mas não se trata de ser um especialista financeiro para poder começar a investir. No entanto, tem de ser capaz de entender como funciona esse investimento, pelo que se não entender bem a informação de que dispõe, o melhor é evitá-lo e passar para outro.

Por muito que lhe digam que determinado produto financeiro é o melhor investimento, tenha cuidado se achar que as coisas não são muito claras ou que o produto é demasiado complexo. Há imensos investimentos, por essa razão não faz falta nenhuma meter-se em coisas estranhas que não compreende porque pode perder o seu dinheiro sem saber bem como.

Estratégias de investimento

Pense no futuro

Destine uma parte dos seus rendimentos a um plano de poupança para o futuro ou para um plano de reforma.

Pessoalmente não gosto muito das condições dos planos de reforma, mas reconheço que para muitas pessoas é mais simples contratar um, do que serem eles próprios a tentar gerir o dinheiro quando não o sabem fazer, nem sabem onde investir.

O mais importante é criar um “colchão” com o qual vamos poder contar quando chegarmos à idade da reforma.

 

Deixe de lado as emoções e concentre-se nos objectivos

Para investir tem de ter sangue frio e não fazer as coisas consoante as emoções do momento. Pense nos seus objectivos financeiros, e faça os seus investimentos cingindo-se ao plano marcado. Desta fora irá conseguir obter melhores rendimentos em todos os seus investimentos.

 

Destine todos os meses uma parte dos seus rendimentos ao investimento

Tem que ser disciplinado e destinar uma parte dos seus rendimentos a cada um dos destinos programados: pagamento de dívidas, fundo de emergência, gastos, investimento.

Se se limitar apenas a investir o dinheiro que sobrou depois de pagar todas as suas despesas, nunca irá conseguir destinar nenhum dinheiro para investimentos. E não se esqueça que investir é a melhor forma de fazer crescer o dinheiro.

Com isto não quero dizer que você deva ser um irresponsável e que deixe de pagar as despesas. O que é preciso ver é se determinados produtos ou serviços que compra são realmente necessários ou se são simplesmente desejos.

Se forem apenas desejos, o que pode fazer é guardar esse dinheiro para usar quando for realmente necessário. Ou então use-o para investir. O que nunca deve fazer é usar o dinheiro do fundo de emergência para gastar ou para fazer investimentos.

como investir

Invista apenas o dinheiro destinado a investimentos

Por muito bom e seguro que lhe pareça um determinado investimento, nunca deve investir o dinheiro do seu fundo de emergência. Lembre-se que todos os investimentos têm riscos.

Uma coisa é perder o dinheiro que tinha para usar em investimentos, pois é uma situação que desde o início sabe que pode acontecer e que faz parte dos “riscos do negócio”. Outra coisa completamente diferente é o problema criado quando investiu o dinheiro do seu fundo de emergência ou o dinheiro para pagar as suas despesas correntes. Se algo correr mal, (e na área dos investimentos isso pode muito bem acontecer) as suas finanças pessoais vão sofrer e muito.

 

Diversifique os investimentos

Sabemos que todos os investimentos têm riscos e eu já disse que uma forma de reduzir os riscos é investir naquilo que podemos controlar e entender.

Outra forma de minimizar o risco é diversificando a carteira de investimentos. Deve distribuir o dinheiro destinado a investimentos por diferentes tipos de activos, e dentro de cada tipo de activo por diferentes activos.

 

Seja paciente. Não tenha pressas

Planifique o seu investimento e seja constante. Tenha em conta que investir é uma maratona, não uma corrida de velocidade. Desconfie das estratégias de investimento que lhe dizem que irá ficar rico rapidamente. O mais provável é perder o seu dinheiro.

 

Espero que este artigo tenha sido útil. Se acha que pode interessar aos seus amigos ou familiares, então convido-o a partilhar este artigo nas redes sociais.

Deixe o seu comentário se quiser esclarecer alguma dúvida ou dar uma sugestão.

Deixe o seu comentário