Dicas para gerir melhor o orçamento familiar

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

orçamento familiarÉ importante manter o controlo sobre as finanças pessoais para vivermos de acordo com as nossas possibilidades reais, e apostarmos na poupança de forma a podermos ter um colchão económico e assim conseguirmos enfrentar possíveis imprevistos no futuro. Vamos saber como é possível gerir melhor o orçamento familiar mensal.

 

Hábitos do bom poupador

Há gastos a que não é dada a devida importância e que, no final de contas, acabam por ter bastante peso no final do mês. Anotar os gastos diários num caderno, nem que seja dos mais pequenos, permite ter uma visão real dos hábitos de consumo. Este hábito é importante para identificar quais são os gastos que podem ser adiados, mesmo que seja apenas por uma semana e quais são os gastos secundários.

É ainda conveniente ter e manter um arquivo para guardar os documentos mais importantes, como por exemplo as facturas, ordenadas de forma sequencial para podermos localizar qualquer papel sem perdermos tempo a procurar.

Verifique também os extractos das suas contas bancárias para comprovar se está tudo em ordem. No caso de não estar a perceber alguma informação, consulte o seu banco para esclarecer qualquer dúvida.

Opte por pagar com cartões apenas em situações pontuais. Para os gastos do dia-a-dia, é mais prático pagar em dinheiro vivo para ter um maior controlo sobre o dinheiro gasto.

Defina um objectivo concreto que queira cumprir ao longo do mês seguinte, e elabore um plano de acção a sua concretização. Para poder reforçar a poupança familiar, pode estabelecer um plano de acção relacionado com objectivos comuns e com os objectivos individuais de cada um dos elementos da família.

 

Uma poupança realista

É sempre possível continuar a poupar, mesmo que se poupe valores pequenos todos os meses. O mais importante para determinar o valor a poupar previsto, é partir dos valores reais, valorizando os rendimentos e os gastos necessários, para a partir daqui introduzir mudanças de acordo com um plano de coaching financeiro.

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...