Desligue o consumo fantasma em casa!

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Diversos estudos realizados estimam que deixar os aparelhos eléctricos em modo de espera representa entre 10 a 20% do consumo total de energia numa casa. Mas será mesmo que desligar o interruptor ajuda a poupar energia? Como vamos analisar de seguida, desligar o interruptor é algo que não se irá fazer notar de imediato mas que a longo prazo representa bastante dinheiro que se pode poupar.

economizar energia

Desligue o consumo fantasma em casa para economizar energia

Uma sala cheia de comandos à distância de diferentes tamanhos é uma imagem habitual em qualquer casa, mas para além de prejudicar o meio ambiente o seu uso pode também prejudicar o seu bolso. Na realidade, deixar os electrodomésticos em modo de espera faz com que se gaste muito dinheiro e muita energia.

Apesar disso, a maioria parte de nós continua a deixar tudo em “stand by”, apesar de todas as campanhas de sensibilização que nos tentam convencer a desligar realmente os aparelhos, e não apenas com o comando. Na realidade, deixar os electrodomésticos em modo de espera sem os desligar de todo, consome cerca de 8 a 15W por aparelho, embora haja muita disparidade entre os dispositivos e mesmo entre diferentes marcas e modelos. Apesar das actuais normas de fabrico europeias exigirem que os produtos novos tenham um consumo em espera inferior a 2W, a verdade é que continua a ser normal a existência de aparelhos com muitos anos em casa de todos nós e que por isso não seguem estas normas.

Para ajudar os consumidores a poupar, existem actualmente no mercado vários aparelhos que desligam o modo de “stand by” para travar o consumo de energia fantasma. Os mais úteis são aqueles que têm um pequeno receptor de infravermelhos, cujo funcionamento é simples. Bastas ligá-los a uma tomada com várias fichas onde estão os “vampiros energéticos” da casa. Se durante um determinado tempo nenhum dos aparelhos gastar nada, o dispositivo desliga a corrente passando o consumo a zero. Por outro lado, quando se carrega em alguma tecla de qualquer comando à distância, o dispositivo permite novamente a passagem de corrente eléctrica para o televisor, o DVD, etc.

 

Desligar os aparelhos da rede

Para economizar energia nem sempre basta anular o modo de espera porque alguns electrodomésticos consomem energia apenas por estarem ligados à tomada. Trata-se do chamado “consumo fantasma” que muitas vezes é sinónimo de “stand by”. Os aparelhos eléctricos como uma lâmpada ou uma liquidificadora não gastam energia devido à simplicidade do seu mecanismo, mas os aparelhos electrónicos como por exemplo televisores, microondas ou leitores de DVD, consomem energia mesmo quando estão apagados (e ligados à tomada). No caso do computador existe um certo gasto energético pelo menos durante meia hora depois de ter sido desligado. Tendo isto em conta, há países como os Estados Unidos onde são feitas campanhas para desligar os electrodomésticos da ficha quando não estiverem em utilização. Para além de permitir economizar energia, desligar um aparelho da ficha ainda o protege de eventuais curto-circuitos ou picos de corrente.

Há ainda dispositivos que até consomem mais quando estão ligados à ficha e apagados, do que se estivessem em modo de espera. O exemplo mais relevante são os aparelhos de ar condicionado com sistema “Inverter” que ao ralenti gastam menos do que estando desligados. A razão para isso está no facto de quando estão desligados precisarem de alguma energia de reserva nas baterias para arrancar mais rapidamente no caso de serem ligados. Essa energia não é necessária quando os aparelhos estão em ralenti (“stand by” num “Inverter”).

 

Os aparelhos que gastam mais

  1. Televisor. É muito comum deixar o televisor em modo de espera em vez de o desligar porque é mais cómodo.
  2. Boxes da tv cabo e router. As boxes da tv por cabo também gastam alguma energia (na realidade é quase a mesma que quando estão ligadas). Em relação ao router seria conveniente desligá-lo durante a noite para poupar.
  3. Computadores. Se são computadores fixos gastam mais do que um portátil. Mas estes últimos também gastam e não devem ser deixados ligados.
  4. Impressoras e colunas de som. Os chamados periféricos permanecem muitas vezes em modo de espera. Para além de serem grandes gastadores de energia, quase nunca são usados e compensa desligá-los e voltar a ligá-los sempre que forem necessários.
  5. Consolas de jogos. É muito comum deixar os dispositivos de jogos de vídeo em modo “stand by” em vez de os desligar totalmente da corrente.

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...