Como conseguir financiamento para começar um negócio

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

financiamentoO factor económico é uma das maiores condicionantes dos empreendedores quando tomam a decisão de montar um negócio. Neste âmbito é normal procurar fontes de financiamento do projecto.

Imagine que tem uma ideia de negócio, mas falta-lhe o capital para poder investir. É preciso encontrar financiamento e apoios para criar uma empresa e investir na criação do seu próprio emprego. Uma das melhores formas para pôr fim ao desemprego e regressar ao activo é o recurso ao auto-emprego. Quer tenha encontrado um nicho de mercado, queira aproveitar as suas competências ou esteja a pensar tirar aquela ideia que anda a amadurecer há anos do papel e torná-la realidade, o primeiro problema com que se vai deparar é do financiamento. Existem muitas formas de ir buscar dinheiro para começar uma empresa. Vamos conhecer alguns.

 

Crowdfunding ou financiamento colaborativo

Uma das formas de financiamento mais utilizadas actualmente é o Crowdfunding (financiamento colaborativo) que junta pequenas e grandes contribuições de pessoas que acreditam no projecto e que querem participar no mesmo. O objectivo é ver projectos de cariz social, cultural ou empresarial que não teriam outra hipótese de conseguir apoios ou financiamento a tornarem-se realidade.

O crowdfunding funciona de forma bastante simples. O empreendedor através de um vídeo e/ou texto explica o seu projecto, estabelecendo o que quer fazer, qual o montante mínimo que necessita e o tempo de angariação de fundos. Se no prazo estabelecido conseguir atingir o montante pretendido, o projecto recebe o financiamento. Se tal não acontecer, não existirão fundos para o projecto e quem investiu terá os seus fundos devolvidos.

As vantagens deste tipo de financiamento prendem-se com o facto de poder ter sempre alguém disposto a financiá-lo. Num primeiro plano serão familiares e amigos, mas depois o círculo irá alargar-se a conhecidos através da promoção que o projecto irá ter. No último plano, o financiamento do seu projecto irá chegar a totais desconhecidos. A ideia é construir logo na fase inicial do projecto uma base de consumidores que poderão ajudar na fidelização e divulgação do plano de negócios, quando acabar a campanha de crowdfunding. Assim poderá conseguir atingir níveis de crescimento sustentados.

 

Poupanças pessoais

Outra fonte de financiamento para começar um negócio são as poupanças a nível pessoal que o empreendedor foi conseguindo juntar. Estas poupanças podem ser complementadas com a ajuda extra de familiares próximos que tenham possibilidade de ajudar através de um empréstimo pessoal. Uma das vantagens desta opção está no facto de (normalmente) não serem cobrados juros. Tenha no entanto algum cuidado com esta opção para não criar problemas familiares.

Nalguns casos, o empreendedor pode optar por algum tipo de ajuda ou subvenção para começar o seu negócio caso cumpra os requisitos necessários para poder solicitar a dita ajuda. Os prémios para empreendedores também podem ser uma boa forma de conseguir financiamento.

 

Empréstimo bancário

Uma das opções mais usuais é através de um empréstimo bancário para começar o negócio. O cliente que assinar um contrato para um empréstimo bancário tem de devolver o dinheiro num prazo concreto, juntamente com os juros acordados pelo dinheiro que foi pedido.

 

Apoio de investidores

O empreendedor poderá também contar com uma fonte de financiamento através da ajudar de um investidor que acredite no projecto e que decida apoiá-lo economicamente. Os business angels são profissionais que podem ajudar economicamente e também contribuir com a sua experiência e conhecimentos pessoais em benefício dessa ideia de negócio. Quem costuma ver o programa televisivo “Shark Tank” terá uma boa ideia do que são business angels e o que podem fazer para ajudar o seu negócio a nascer e crescer.

Deixe o seu comentário