Como economizar combustível em seis passos

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

como economizarComo economizar combustível em seis passos? A conjuntura económica actual obriga as pessoas a um exercício de contenção nos seus gastos. Uma das formas mais conhecidas para diminuir custos é tentar reduzir o consumo de combustível dos veículos, uma vez que mais de metade dos custos é procedente deste gasto. Os preços dos combustíveis estão a níveis difíceis de suportar para qualquer consumidor normal, tornando cada vez mais difícil conseguir encher o depósito, sendo por isso essencial reduzir ao máximo os gastos com combustível.

Devido à diversidade de veículos, os níveis de poupança serão distintos, mas há uma serie de conceitos básicos que funcionam da mesmo forma em qualquer tipo de viatura e que o poderão ajudar a poupar até 1.500 euros por ano nos seus gastos com combustível.

Aqui ficam então as seis chaves para o ajudar a reduzir o consumo de combustível:

 

1 – Conhecer o veículo e as suas necessidades

Quando se compra um carro, convém fazer a escolha do modelo em função das necessidades de cada um. Sabe-se que um carro a diesel é mais caro do outro a gasolina, no entanto permite-nos poupar mais de 5.000 euros num período de utilização de 10 anos. Actualmente existem já carros eléctricos que ainda permitem poupar mais, mas o seu custo ainda não permite que sejam uma verdadeira alternativa. Temos ainda carros a GPL (Gás de petróleo liquefeito), que têm um custo inicial um pouco mais elevado, mas que permitem grandes poupanças no preço do combustível.

 

2 – Utilizar o posto de abastecimento mais barato

Existem várias páginas, como por exemplo o MaisGasolina que permitem comparar e encontrar os postos de combustível mais baratos, segundo vários critério de pesquisa. Entre os critérios de pesquisa pode-se encontrar os postos com os preços mais baratos nas proximidades.

 

3 – Manter a viatura em boas condições de funcionamento

Uma viatura a trabalhar sem problemas pode ajudar a poupar também muito dinheiro em combustível, senão vejamos:

  • Conduzir com pouco ar nos pneus ou ter o filtro do ar sujo, aumenta em 6% o gasto de combustível, para além de encurtar a sua duração e afectar a segurança da condução.
  • Carregar desnecessariamente o veículo, seja no porta-malas ou no tejadilho, afecta o movimento e a aerodinâmica, com o consequente aumento do consumo de combustível. Por cada 100 quilos de peso adicional, o carro gasta mais 5% de combustível.

 

4 – Praticar uma condução eficiente

Para além de diminuir os riscos de acidente e de baixar a contaminação ambiental, permite poupar até 500 euros por ano. Estas são algumas das medidas que contribuem para poupar combustível de forma mais eficiente:

  • O simples facto de por o carro a funcionar consome energia, mas o motor precisa de menos combustível quando se arranca sem acelerar mais que o necessário.
  • Quando se trava deve-se aproveitar a inercia do carro na mudança mais adequada. O uso da embraiagem deve ser limitado aos momentos em que o carro começa a perder potência.
  • Circular nas mudanças mais altas e manter o motor em baixas rotações, com um ritmo fluido e uniforme ou evitar arrancar bruscamente pode permitir uma poupança de até 15% no consumo de combustível.
  • Moderar a velocidade é o conselho mais básico. Passar dos 100 para os 120 quilómetros por hora aumenta 44% o consumo de combustível, e passar dos 120 para os 140 quilómetros por hora implica um aumento de 20% no consumo.
  • Desligar o motor quando se está parado por períodos superiores a um minuto permite também poupar até 150 euros anuais.
  • Utilizar a ventilação do automóvel em vez do ar condicionado, pois o uso descontrola do mesmo aumenta o consumo até mais 20%.
  • Circular com os vidros abertos. A mais de 100 quilómetros por hora o gasto aumenta em cerca de 5% em comparação a circular com os vidros fechados.
  • Manter uma distância de segurança em relação ao carro da frente, permite não só prevenir acidentes como também gerir melhor a energia e o combustível necessários, permitindo assim economizar entre 10% a 15% nos consumos.

 

5 – Usar cartões e cupões de desconto

Permitem poupar entre 1 a 5% em cada abastecimento. Mas antes de começar a utilizar os cartões devem ser tidos em conta vários factores, como por exemplo a duração do desconto, o custo do cartão ou os limites do desconto.

 

6 – Usos alternativos

Convém estudar os percursos e optimizar as viagens. Veja se há pessoas com quem possa partilhar o carro, dividindo os gastos (o chamado “car sharing”). Pode ainda optar por outros meios de transporte para viajar, como a bicicleta ou os transportes públicos, ou mesmo caminhar quando as distancias assim o permitirem.

Deixe o seu comentário