Anatomia de um cartão de crédito

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

cartão de créditoOs cartões de crédito transformaram-se numa ferramenta de pagamento muito comum para a maioria das pessoas, uma vez que actualmente é possível pagar com um cartão em quase todos os estabelecimentos comerciais. No entanto, as pessoas simplesmente entregam o cartão nos estabelecimentos, pagam as prestações e acabam por não saber exactamente para que serve cada um dos componentes do cartão.

Os cartões de crédito têm vários componentes e é importante conhecê-los por motivos de segurança. Para realizar transacções em estabelecimentos comerciais os cartões têm um chip de segurança e uma banda magnética. Os cartões mais recentes incluem um chip, e os mais antigos apenas tinham uma banda magnética. Os estabelecimentos comerciais têm dois tipos de leitores de cartões, um para os cartões de chip e outro para as bandas magnéticas, mas é um facto que o chip é muito mais seguro do que a banda magnética, pelo que hoje em dia já todos aceitam receber este tipo de cartões, e os bancos ultimamente apenas fornecem cartões com chip.

Por outro lado, na parte posterior do cartão, está o número único do cartão que tem 16 dígitos, sendo um número único em todo o mundo. Também na parte posterior podemos encontrar a data de vencimento do cartão, indicando primeiro o mês, e depois o ano de vencimento. Na parte traseira do cartão, no final do número do cartão, podemos encontrar o Card Validation Value (CCV), um número com 3 ou 4 dígitos e que serve para validar o cartão. Embora não pareçam números importantes, é preciso que os proteja com muito cuidado e que não os diga a ninguém, já que são os dados necessários para realizar compras à distância, normalmente através da Internet.

Adicionalmente os cartões de crédito têm outras informações como o nome do banco, o tipo de cartão e a rede a que pertencem. Esta última permite saber em que estabelecimentos o cartão de crédito pode ser utilizado, já que cartões como o American Express e o Diners Club não são aceites em todos os estabelecimentos que aceitam pagamentos através de cartão. Finalmente o último componente é o nome do titular do cartão, para que quando realizar alguma compra possa ser comprovada a propriedade do mesmo, normalmente através da apresentação de um cartão de identificação da própria pessoa.

Tenha em atenção que os cartões de crédito são pessoais e intransmissíveis, e que apenas o titular pode realizar compras com o mesmo. Para além disso, se o cartão se extraviar, é da responsabilidade do titular do cartão avisar o banco sobre o extravio, pelo que deve ter todos os cuidados não apenas na sua utilização, como também para não o perder.

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.