A crise pode levar a uma má alimentação

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

criseA grande maioria de nós já está um pouco cansada de ouvir constantemente que estamos em crise. Esta situação económica pela qual estamos a passar é omnipresente e não nos deixa outra solução que não seja adaptar-nos a ela. Tem obrigado todos a fazer mudanças nos seus hábitos para tentar poupar ao máximo, só que isso nem sempre é a melhor opção, nomeadamente para a saúde. É por isso que hoje vamos falar sobre alguns pontos relacionados com a poupança e sobre como pode afectar a saúde devido a (muitas vezes) as pessoas não se alimentarem correctamente.

Uma das principais situações onde tentamos poupar é na cesta de compras do supermercado, uma vez que é umas das (poucas) coisas que ainda podemos controlar. As marcas de alimentação sabem-no e por isso lançam cada vez mais produtos de baixo custo para substituir os que comprávamos anteriormente. As marcas brancas triunfam quando procuramos poupar nas compras. É certo que são uma solução para ajudar a ter algum dinheiro no bolso, mas nem sempre é o mais indicado, porque se privilegia a quantidade em detrimento da qualidade num aspecto tão importante como é a alimentação e a saúde.

 

Alimentos essenciais

Dando uma vista de olhos pela pirâmide dos alimentos podemos ver que os cereais integrais, assim como as frutas e verduras ocupam um lugar de destaque na dieta diária. A seguir a este tipo de alimentos estão as proteínas de origem animal, que podem vir da carne ou do peixe. Estes alimentos que acabamos de citar, de uma forma geral têm um preço elevado, pelo que muitas pessoas evitam-nos, uma vez que representam um gasto elevado na sua cesta de compras.

 

Alimentos congelados

Em lugar dos produtos anteriores frescos, o que as pessoas fazem é optar pelos produtos na sua variedade mais económica, ou seja alimentos congelados. Ao ingerir um alimento congelado gasta-se menos com a alimentação, mas também se perde os benefícios dos produtos frescos, pois os alimentos congelados não têm os mesmos níveis de nutrientes, já que ao mudar o seu estado perdem grande parte das vitaminas que contêm na forma fresca. Apesar de tudo, os produtos congelados continuam a ser uma opção porque são muito mais baratos.

 

Alimentos de baixo custo

O mesmo sucede com alimentos elaborados a partir de ingredientes um tanto duvidosos. Isto costuma acontecer com os alimentos processados, porque para tentar baixar os custos deste tipo de produtos é normal colocar de lado os ingredientes totalmente naturais, recorrendo-se a aromas e sabores de origem química, o que a longo prazo é prejudicial para a saúde. Este tipo de ingredientes torna o alimento saboroso, mas pouco nutritivo. Para além disso e para lhes dar mais sabor são ainda adicionadas grandes quantidades de gorduras, que assim colocam em risco a saúde, sem que as pessoas dêem conta disso.

 

Cuidados a ter com os produtos em mau estado

Esta ânsia pela poupança pode também levar a cometer alguns erros na alimentação como por exemplo o consumo de produtos em mau estado ou mesmo caducados que podem colocar em risco a saúde. Quando um alimento passa o seu prazo de validade começa um processo que aumenta a sua deterioração, já que perde grande parte das suas qualidades nutricionais. Ao mesmo tempo aumenta o número de bactérias e microorganismos que existem no alimento, o que representa um enorme risco se for consumido.

É importante ter isto em conta e ter cuidado com a nossa alimentação acima de tudo, porque é fundamental quando se quer manter uma boa saúde. A poupança não deve começar pela alimentação, pois a saúde é o nosso bem mais precioso e nunca a devemos colocar em segundo plano. Os cortes na economia doméstica devem primeiro passar por outros pontos menos importantes e que não nos afectem tanto.

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...